Dono da extinta Gurgel do Brasil morre em São Paulo

JB Online

RIO - O dono da extinta fábrica de carros Gurgel, João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, 83, morreu nesta sexta-feira à noite em São Paulo. Ele estava internado no hospital São Luiz, na zona oeste da cidade.

Gurgel estudou engenharia na Escola Politécnica de são Paulo, onde se formou em 1949. Também estudou no General Motors Institute nos Estados Unidos. Com a proposta de produzir veículos 100% nacionais, Gurgel montou em 1969 na cidade de Rio Claro (interior de São Paulo) a fábrica de carros que levava o seu nome. A montadora produziu mais de 40 mil veículos genuinamente brasileiros durante seus 25 anos de existência.

Enfraquecida no mercado pela concorrência das corporações transnacionais, a montadora de Gurgel encerrou as atividades em 1993. A última tentativa de salvar a fábrica foi em 1994, quando a Gurgel pediu ao governo federal um financiamento de US$ 20 milhões, o que foi negado.