Ações da Sony sofrem forte queda após recall

SÃO PAULO, 5 de setembro de 2008 - As ações da fabricante japonesa de produtos eletrônicos Sony encerraram o dia com queda de 4,20% na Bolsa de Valores de Tóquio, negociadas a 3.880 ienes. Os papéis da companhia foram afetados após a empresa ter anunciado um recall mundial de 440 mil notebooks do modelo Vaio, devido a um defeito que ocasiona superaquecimento das máquinas.

No acumulado de 12 meses, os papéis da Sony registram desvalorização de 32,04%, influenciados também pela queda na demanda norte-americana por produtos asiáticos e pela desvalorização do dólar ante à divisa japonesa, que torna menos competitivos os produtos da Sony no mercado internacional.

O recall de computadores anunciado pela companhia nipônica caracteriza-se como um dos maiores desde 2006, quando a Dell promoveu o recall de 4,1 milhões de baterias de notebooks, em virtude do risco de superaquecimento e incêndio.

Entre abril e junho, a companhia reportou um recuo de 47,4% no lucro líquido, ou primeiro trimestre fiscal da companhia, para 35 bilhões de ienes (US$ 330 milhões), em termos anuais. Para o segundo semestre de 2008, a Sony, segunda maior fabricante mundial de televisores de LCD, já previu uma desaceleração no consumo geral de produtos eletrônicos na Europa.

(Marcel Salim - InvestNews)