Lucro da Renault sobe 36,7% no 1º semestre

SÃO PAULO, 24 de julho de 2008 - A Renault registrou um lucro de ? 1,467 bilhão no primeiro semestre de 2008, uma alta de 36,7% em relação ao mesmo período de 2007, indicou hoje o grupo automobilístico francês, que anunciou uma redução de pessoal na Europa com demissões voluntárias que podem chegar a cinco mil pessoas.

O resultado apresentado hoje não incorpora a contribuição da Nissan do segundo trimestre, que será divulgada no dia 1º de agosto, por isso a alta pode ser ainda maior, disse o responsável financeiro da Renault, Thierry Moulonguet.

O faturamento mundial da Renault foi de ? 20,942 bilhões entre janeiro e junho, uma alta de 2,3% em relação ao mesmo período de 2007, dos quais ? 19,887 bilhões vieram da atividade automobilística e o restante do financiamento de vendas. Moulonguet destacou que esses números comprovam "a boa resistência da Renault em um contexto difícil".

Apesar dos bons números apresentados no primeiro semestre, a Renault anunciou um corte de funcionários mediante demissões voluntárias, que acontecerá especialmente na França. Moulonguet não quis precisar um número, mas sugeriu que o programa de demissão voluntária poderia reduzir o número de funcionários da fabricante francesa em cerca de cinco mil.

Esta redução de pessoal começará na volta das férias do verão europeu (provavelmente em agosto ou setembro) e durar até meados de 2009. O programa de demissão voluntária vai gerar uma economia à Renault de 350 milhões de euros no próximo ano e de cerca de 500 milhões em 2010.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)