Demanda por alumínio e aço cresce após terremoto

SÃO PAULO, 20 de maio de 2008 - A China está buscando urgentemente arames de alumínio e aço para reparar os danos elétricos provocados pelo terremoto que atingiu o sudoeste do país no último dia 12, segundo informou a Comissão Reguladora de Eletricidade da China.

Fios de aço e alumínio, arames isolados com plástico e transformadores de energia são os itens mais requisitados. O terremoto, considerado o mais forte dos últimos 50 anos, destruiu mais de 4,7 milhões de casas nas províncias de Sichuan, Gansu e Shaaxi, além de provocar danos na infra-estrutura de energia.

Os reparos poderão impulsionar ainda mais a demanda por alumínio e cobre, sendo a China a maior consumidora dessas matérias-primas do mundo.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais