Ações da Thomson Reuters estréiam hoje nas bolsas

SÃO PAULO, 17 de abril de 2008 - O grupo anglo-canadense Thomson-Reuters, segundo provedor de informações financeiras aos mercados mundiais depois do concorrente americano Bloomberg, começou a ser cotado nesta quinta-feira nas bolsas de Londres, Nova York e Toronto.

Com 50 mil funcionários e um faturamento anual de US$ 12,4 bilhões em 93 países, o grupo nasceu da compra da britânica Reuters pela canadense Thomson Corp. Segundo a consultora londrina Inside Market Data, em 2007, a Thomson e Reuters ficaram com 32,3% do mercado e a Bloomberg com 32,7%.

As cotações começaram às 04h00 de Brasília na Bolsa de Londres, e depois em Toronto e em Nova York.

O grupo anglo-canadense também desenvolveu para a ocasião um novo logo, além de lançar um programa de compra de seus próprios títulos por um montante de US$ 500 milhões, uma medida que busca aumentar a participação dos lucros que correspondem a cada acionistas.

O novo grupo será dirigido pelo americano Tom Glocer, até agora presidente da Reuters.

(Redação - InvestNews)