FCA consolida liderança do mercado de automóveis no Brasil

No ano, a Fiat é a marca que mais cresceu em participação de mercado, pulando de 13,8% no mesmo período de 2019 para 16,2%

Ansa
Credit...Ansa

Com a venda de 326,3 mil veículos entre janeiro a outubro de 2020, o equivalente a 21,7% de participação de mercado, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) consolidou a liderança no mercado brasileiro de automóveis e de comerciais leves no Brasil.

No ano, a Fiat é a marca que mais cresceu em participação de mercado, pulando de 13,8% no mesmo período de 2019 para 16,2%. Já a Jeep avançou de 4,9% em 2019 para 5,5% em 2020, crescendo 0,6% e atingindo a maior fatia de mercado de sua história no país.

Além disso, a FCA conseguiu colocar quatro de seus modelos entre os 10 mais vendidos entre janeiro e outubro: Fiat Strada, Toro e Argo, além do Jeep Renegade.

Por marcas, foram 38.318 unidades de carros da Fiat emplacadas no mês, elevando para 242,6 mil automóveis e comerciais leves vendidos neste ano.

"Este é um resultado que expressa a crescente força da Fiat, impulsionada pelo portfolio atraente de produtos e pelo reposicionamento da marca. Ser a marca que mais ganha participação no mercado é um sinal de que o consumidor percebe valor na marca", afirmou o diretor da Fiat para a América Latina e operações comerciais Brasil, Herlander Zola.

Considerando apenas o mês de outubro, a Fiat teve uma alta de 11,3% nas vendas em relação ao mesmo período de 2019 - o setor automotivo nacional teve queda de 14,9% na comparação entre outubro do ano passado e desse ano.

Já a Jeep comercializou 12.219 veículos no mês de outubro. Com isso, a marca consolidou no ano o melhor desempenho de mercado de sua história, com 5,5% de participação nas vendas totais acumuladas de janeiro a outubro. Desde o início do ano, as vendas da marca já somam 82,6 mil unidades, assegurando a liderança entre os SUVs, o segmento que mais cresce no mercado.

"Nossos canais de vendas físicos e digitais estão muito ativos, fortalecendo a proximidade e conexão com nossos consumidores", afirmou a diretoria da Jeep para a América Latina e operações comerciais Brasil, Tânia Silvestri. (com agência Ansa)