ECONOMIA

Importação de soja do Brasil pela China cresce 29%

...

Por ECONOMIA JB
[email protected]

Publicado em 21/01/2024 às 08:00

Alterado em 21/01/2024 às 08:00

Colheita de soja Foto: Wenderson Araujo/Trilux/Agência Brasil

As importações de soja do Brasil pela China em 2023 aumentaram 29% em relação a 2022, segundo dados da alfândega chinesa divulgados neste sábado (20), em Pequim, ampliando o domínio do produtor sul-americano no maior mercado de soja do mundo e reduzindo a participação de mercado dos Estados Unidos.

O total de embarques do Brasil para a China foi de 69,95 milhões de toneladas no ano passado, segundo dados da Administração Geral da Alfândega chinesa.

A participação de mercado do Brasil cresceu para 70%, enquanto a participação norte-americana diminuiu para 24%, de acordo com cálculos da agência de notícias Reuters.

Crescimento

Em dezembro, as chegadas de soja do Brasil foram 94% maiores do que no ano anterior, com 4,98 milhões de toneladas, enquanto as chegadas dos Estados Unidos foram 31% menores, com 3,85 milhões de toneladas.

Espera-se que as exportações da Argentina - o terceiro maior produtor - aumentem em 2024, em meio às previsões de recuperação de sua safra de soja após a seca, o que poderia trazer mais concorrência para a soja dos EUA. (com Reuters)

Tags: