Bolsa despenca 4,7% com riscos do coronavírus sobre a economia

A Bolsa brasileira voltou do feriado de Carnaval em queda de 4,7%, a 108.331 pontos, nesta quarta-feira (26).

O índice reflete as fortes baixas dos mercados globais nos últimos dias, devido ao aumento de casos do coronavírus fora da China, especialmente na região mais industrializada da Itália.

Desde segunda (24), enquanto as negociações brasileiras permaneceram paralisadas, o fundo de índice (ETF) que replica o Ibovespa em dólar (iShares MSCI Brazil) recuou 6,4% na Bolsa de Nova York.

Os recibos de ações (ADRs) de Petrobras e Vale negociados em Nova York caíram 8,8% e 10%, respectivamente, desde segunda. Os ADRs da Gerdau acumulam queda de 8,6%, e os do Bradesco, de 5%

Já a cotação do dólar abriu em alta de 0,4%, a R$ 4,415, às 13h desta quarta. O valor é o maior nominal registrado durante um pregão. No momento, a moeda sobe 0,3%, a R$ 4,408.

A valorização reflete o temor de investidores aos impactos econômicos do coronavírus. Nos últimos dias, a doença se alastrou pela Europa, em especial, na Itália. Na terça (25), foi confirmado o primeiro caso no Brasil. (Julia Moura/FolhaPressSNG)