Jornal do Brasil

Economia

As lições da falência

Jornal do Brasil JULIO DE CAMPOS, redacao@jb.com.br

Quando você é próspero, tem posses, bens, carros importados e motos, é visto como uma pessoa de sucesso no seu círculo de amizades. Consegue pagar a conta da balada, ou sempre dá a maior parte na hora de acertar o restaurante e por isso está constantemente rodeado de pessoas. Afinal, todos o veem como alguém do bem, certo?

O seu carro está sempre disponível para saidinhas, emprestou dinheiro para muita gente e nunca sequer cobrou.

Isso tudo automaticamente chama a atenção das pessoas que, por consequência, acham que você é tão agradável que jamais se esquecem de ti.

Mas há as adversidades da vida e tudo isso pode mudar. E então, aparecem os problemas financeiros, as coisas não vão bem, os negócios começam a declinar, começa a faltar dinheiro...e além de ter que lidar com inúmeras questões desagradáveis, diminuem as saídas e as baladas, e o mínimo que se espera é reciprocidade de quem outrora sempre estava ao seu lado, correto?

Errado. Aqui, começa uma longa história de solidão. Esses mesmos amigos que antes estavam constantemente por perto vão esquecer que você existe e deixarão de convidá-lo para tudo, e na maioria dos casos, até a família abandona e desdenha do falido.

Por outro lado, eu posso falar com conhecimento de causa, a falência tem seu lado bom, ela traz a oportunidade da reflexão do autoconhecimento. Depois dessa fase, você consegue voltar muito mais forte, inteligente e por consequência muito mais próspero, uma vez que aprendeu as lições, e hoje é um ser humano muito melhor.

A autorresponsabilidade é um atributo muito forte capaz de lhe transformar em um gigante, dar a volta por cima e subir na mesma velocidade em que você caiu.

O próximo passo é o início da sua recuperação, redescoberta do seu propósito. Vai reescrever a sua missão e começará novamente do zero, a vitória é questão de tempo, mas ela chega. Para isso mantenha sempre a sua fé, ainda que doa, se tiver de chorar, chore, acredite sempre porque essa escalada dependerá única e exclusivamente de você.

Alguns dias, meses e até anos se passarão e lá estará você mais rico, forte e, principalmente, mais sábio e muito mais inteligente, pronto para viver uma nova e abundante vida, porém, não pode haver mágoas, ressentimentos ou qualquer sentimento de vingança que lhe fará ainda mais superior.

Pessoas influentes, famosos, ricos e conceituados empresários que entraram para a história experimentaram a dor do fracasso, o sabor da derrota e a solidão da falência.

Agora, é hora de escrever uma nova história para sua vida, coragem e fé pra recomeçar. Estou certo de que você vai vencer!

Julio de Campos é uma é representação genuína, verdadeira do Afro empreendedorismo. É empresário, copywriter, master coach e business coach. Em 2017 fundou a Black Business of Community, um grupo constituído para fortalecer, fomentar, agregar valor ao afro empreendedorismo. É cofundador da Afrobusiness Brasil, e agora quer compartilhar seus conhecimentos e dividi-los para que possa contribuir com o crescimento de pessoas e com os mais novatos, compartilhando suas centenas de experiências que a vida lhe impôs. O seu maior objetivo é ser um líder de excelência e impactar vidas, incentivando e motivando pessoas através de suas histórias de vitórias. Por meio de suas palestras, conta sobre as diversas vezes que precisou se superar, reergue-se e organizar uma nova construção de pensamentos aliados a ações, para realizar seus sonhos mais extraordinários. Julio carrega uma história brilhante de um afro empreendedor, de origem pobre que após diversos fracassos recomeçou sua vida vendendo cartões de visitas, até se tornar um grande empresário. Para mais informações, acesse https://www.facebook.com/juliocsdecampos ou pelo IG @juliodecampos