Brasil é destaque em feira de joias e acessórios no mercado americano

No primeiro semestre, as joalherias brasileiras exportaram 11% a mais do que no mesmo período do ano passado

Até segunda (7), 10 empresas brasileiras participam da Jewelers International Showcase (JIS), a segunda maior feira do setor joalheiro das Américas, que acontece em Miami, nos Estados Unidos. Apoiadas pelo projeto setorial Precious Brazil, desenvolvido entre o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), as marcas expositoras apresentam na ocasião suas principais apostas para o mercado americano, o principal destino das exportações brasileiras do projeto.

No primeiro semestre de 2019, as empresas brasileiras apoiadas pelo Precious Brazil exportaram 11% a mais do que no mesmo período do ano passado. As joias tiveram um crescimento de 18%, e as bijuterias, 15%. E não é só isso. De janeiro a julho deste ano, o país exportou o equivalente a U$ 53 milhões em produtos do setor. Deste total, 61% são atribuídos às marcas do projeto. Para Marcelo Gomes, diretor da empresa MGold, fazer parte do projeto tem aberto muitos caminhos e está “levando a marca a uma prospecção internacional”.

Para Gustavo Schwetz, sócio-proprietário e diretor de Marketing e Vendas da Origems Brazil, empresa familiar com oito anos de experiência no mercado de joias folhedas com pedras naturais, o Precious Brazil contribuiu para a entrada da marca na feira de Miami. “Essa participação é de suma importância para a continuidade do nosso crescimento”, explica. “O contato direto com o cliente permite o desenvolvimento de negócios mais fluídos e compreendidos por ambas as partes”.

Ter um canal de comunicação direto com o cliente e marcar presença nas feiras internacionais, como a JIS Miami, também foram os principais diferenciais destacados pelo CEO da Vianna Brasil, Ricardo Vianna. “O projeto setorial possibilita nossa empresa a estar presente nos principais eventos do ramo joalheiro, promovendo nossa marca e os nossos produtos diretamente aos clientes”, diz.

TENDÊNCIAS

Origems Brazil

A empresa investiu em um estudo de tendências e desenvolveu peças exclusivas para a feira. Entre os destaques estão os pingentes de Hematita Rutilada, com pedras de design arrojado e aparência de forma livre; braceletes de Labradorita, pedra originada em Madagascar; e o colar de Stalactita, uma formação rara da Ametista e marca registrada da Origems Brazil desde sua criação.

MGold

Na feira de Miami, a MGold mantém sua tradicional participação no evento. Ao longo dos anos, a empresa vem consolidando seu espaço do mercado americano com joias folheadas casuais, alinhadas às principais tendências de moda e comportamento.

Vianna Brasil

Para esta edição da JIS Miami, a empresa lança a Golden Glow, uma linha de prata com pedras naturais. Banhada a ouro e com design único, a coleção é formada por peças divertidas e, ao mesmo tempo, sofisticadas.

RPV International

Criada pela Bela Pedra para transpor as fronteiras e conquistar os mercados internacionais, a RPV International fornece peças para os principais players, distribuidores, representantes de venda e varejistas, além de prestar serviços de Private Label Collection.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira.

Macaque in the trees
Vianna Brasil (Foto: Divulgação)
Macaque in the trees
RPV Internacional (Foto: Divulgação)
Macaque in the trees
M Gold (Foto: Divulgação)

Sobre o Precious Brazil

O Projeto Setorial visa a apoiar e promover as empresas brasileiras dos segmentos de pedras, bijuterias e joias brasileiras que queiram exportar seus produtos, sejam elas iniciantes, exportadoras e internacionalizadas. Conduzido pelo IBGM – Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos em parceria com a Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – o projeto atende atualmente cerca de 120 empresas do setor.

Macaque in the trees
Origem Brazil (Foto: Divulgação)



Origem Brazil
RPV Internacional
Vianna Brasil
M Gold