Índice usado nos contratos de aluguel acumula inflação de 6,51%

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou inflação de 0,80% em junho deste ano, percentual superior ao apurado em maio (0,45%).

De acordo com a FGV (Fundação Getulio Vargas), com o resultado o IGP-M acumula taxas de 4,38% no ano e de 6,51% em 12 meses.

A alta da taxa foi puxada pelos preços no atacado e na construção civil. A inflação do IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), que mede o atacado, passou de 0,54% em maio para 1,16% em junho.

O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) subiu de 0,09% em maio para 0,44% em junho.

O IPC (Índice de Preços ao Consumidor), que mede o varejo, registrou deflação (queda de preços) de 0,07% em junho. Em maio, o subíndice havia registrado inflação de 0,35%.