Wall Street sobe com impulso 'tech', esperanças comércio

26 Jun (Reuters) - As bolsas de valores norte-americanas sobem esta quarta-feira após comentários do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin provocarem optimismo de que os Estados Unidos e a China estavam perto de fechar um acordo comercial, enquanto o sector de tecnologia foi impulsionado pelos resultados positivos da fabricante de 'chips' Micron.

"Estamos a cerca de 90% do caminho (de um acordo) e acho que há um trajecto para completar isso", disse Mnuchin em entrevista à CNBC.

As acções de tecnologia registam o melhor desempenho entre os 11 principais sectores de S&P, com um salto de 1,53%, enquanto o índice industrial sensível ao comércio sobe 0,17%.

"Qualquer boa notícia sobre o comércio é uma boa notícia para os mercados bolsistas. Se os dois países continuam a negociar, isso é uma coisa boa e é isso que está a mover os mercados neste momento", disse Paul Nolte, gerente de portfólio da Kingsview Asset Management em Chicago.

No entanto, os investidores ficaram cautelosos depois do presidente Donald Trump ter dito à Fox Business Network que imporia tarifas adicionais à China se não chegasse a um acordo comercial com o presidente chinês Xi Jinping.

Trump e Xi devem reunir-se na cimeira do Grupo dos 20 no Japão na sexta-feira.

O Nasdaq segue a ganhar 0,8% , o S&P 500 soma 0,23% e o Dow Jones Industrial Average avança 0,26%.

Texto integral em inglês: (Reportagem de Shreyashi Sanyal e Aparajita Saxena, Traduzido para português por João Manuel Maurício, Gdynia Newsroom; Editado por Patrícia Vicente Rua em Lisboa)