Receita cobra R$ 1 bi de mais de 5.000 empresas por irregularidades no IR

A Receita Federal autuou entre março e maio deste ano 5.241 empresas devido a irregularidades no IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e na CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) referentes ao ano-calendário de 2014, informou o órgão nesta segunda-feira (3).

O crédito a ser recebido pelo órgão chega a R$ 1 bilhão -já calculados no valor juros e multas.

Aproveitando da data, o órgão orienta empresas a regularizarem informações inconsistentes. Neste ano, a Receita inicia ações relativas ao ano-calendário de 2015.

Em junho devem ser enviadas a 14 mil empresas cartas indicando inconsistências de aproximadamente R$ 1,5 bilhão no recolhimento e declarações de IRPJ e CSLL referentes a 2015.