Samsung pode ganhar com situação da Huawei na guerra comercial entre EUA e China, diz Fitch

BANGALORE, Índia (Reuters) - A Samsung pode ter a oportunidade de reforçar sua posição no mercado de smartphones devido aos problemas enfrentados pela chinesa Huawei na esteira das tensões comerciais entre Estados Unidos e China, afirmou a agência de classificação de risco Fitch.

As empresas de tecnologia, incluindo Google e a projetista de chips ARM, disseram que deixarão de fornecer materiais e atualizações para a Huawei após o governo de Donald Trump ter incluído o grupo chinês em uma lista negra comercial.

A perda de acesso ao sistema operacional Android pode prejudicar as vendas de smartphones da Huawei fora da China, dando à Samsung a chance de melhorar sua participação no mercado, afirmou a Fitch em comunicado.

No início deste mês, o governo dos EUA impôs à Huawei severas sanções, com o Departamento de Comércio do país impedindo que a empresa chinesa compre produtos norte-americanos em meio à escalada da guerra comercial iniciada por Trump contra a China.

A Fitch também afirmou que a Apple pode ser outra vítima das tensões comerciais entre Pequim e Washington, o que poderá acelerar a perda de mercado da empresa na China.

(Por Kanishka Singh)