Maia diz que seu formato de diálogo com Paulo Guedes dá certo há muitos anos

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira, 2, que o seu formato de diálogo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, "dá certo há muitos anos. E vai dar certo". Maia disse que irá acompanhar Guedes nesta quarta-feira até a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), quando o ministro participará de uma audiência pública para debater a reforma da Previdência, e espera que seja feito um bom debate. "Espero um debate técnico, discutindo a matéria, dando protagonismo à CCJ neste momento. Mas um debate onde cada um de nós possa aprender com a experiência, o conhecimento do Paulo e que ele também possa aprender com a realidade da política, aquilo que cada um representa e o que vem ouvindo de suas bases eleitorais", disse.

Questionado se a relação da Câmara com o Executivo pela tramitação da reforma da Previdência teria agora engrenado, Maia disse que nunca esteve diferente do que está. "A participação dos partidos políticos e a minha nunca deixou de existir. É isso que estou dizendo. Se o governo vai participar de forma mais ativa ou não é uma decisão do governo e é democrática. Que ele faça da forma que entender melhor", afirmou.

Macaque in the trees
Rodrigo Maia e Paulo Guedes (Foto: Agência Estado)

Maia destacou que, da parte da Câmara, o compromisso é com a votação, com a discussão da matéria na CCJ e depois na comissão especial. "Essa é uma matéria tão relevante, primeiro para os brasileiros, segundo para os prefeitos, terceiro para os governadores, e quarto para o governo federal, que nenhum de nós pode se omitir neste momento", afirmou.