Jornal do Brasil

Economia

Cade aprova venda de ativos da Eletrobras para Taesa e J. Malucelli

Jornal do Brasil

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou três atos de concentração envolvendo a Eletrobras, dois deles com a Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa) e um com a J. Malucelli Gerenciadora de Projetos e Análise de Riscos, todos sem restrições, conforme despachos publicados no Diário Oficial da União (DOU).

Com a Taesa, a estatal recebeu aval para duas operações. A primeira consiste na aquisição, pela Taesa, de 84,02% da participação acionária detida pela Eletrobras, por meio de sua subsidiária Eletrosul, na Empresa de Transmissão do Alto Uruguai (Etau), que tem atuação nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A outra operação refere-se à compra, pela Taesa, da totalidade da participação detida pela Eletrobras, por meio da Eletronorte, na Brasnorte, concessionária de transmissão de energia elétrica com atuação no Estado do Mato Grosso.

O terceiro aval dado pelo Cade destina-se à proposta de aquisição, pela J. Malucelli, da totalidade das ações detidas pela Eletrobras nas empresas Rei dos Ventos, Brasventos Eolo e Brasventos Miassaba. A J. Malucelli já possui participação de 51% nas três sociedades e, com a operação, adquirirá os 49% restantes pertencentes à Eletrobras.

Os despachos do Cade confirmam os três negócios que foram fechados pela Eletrobras com as empresas em leilão realizado ano passado para vender participações em ativos de geração eólica e de transmissão.