Cresce lista de países que não lutam adequadamente contra lavagem de dinheiro

A Comissão Europeia sugeriu ontem a adição de sete novos países, incluindo a Arábia Saudita e o Panamá, à lista de nações que não lutam adequadamente contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo. A iniciativa deve ainda ser aprovada pelo Parlamento Europeu e membros do bloco. Alguns, como França e Reino Unido, expressaram reservas. Se os novos países de "alto risco" propostos pela Comissão forem aprovados, a "lista negra" da UE aumentará para 23 países. Entre os países já listados, estão o Irã, Iraque, Paquistão, Etiópia e Coreia do Norte, entre outros.

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais