Porta-voz: 'Antes de projeto de Previdência fechado, detalhes são ilações'

O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro ainda não fechou o texto da reforma da Previdência e que qualquer detalhe neste momento - incluindo a idade mínima para aposentadoria - são apenas "ilações". Conforme minuta da proposta obtida pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o governo vai propor idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem no Brasil e exigir um período de 40 anos de contribuição para aposentadoria integral.

"Os aspectos dos detalhes contidos em quaisquer documentos não podem ser validados no momento porque o presidente ainda está a estudar junto com sua equipe os detalhes - tira dali, coloca dali - de forma que o projeto melhor seja assim direcionado ao Congresso", afirmou o porta-voz durante entrevista coletiva.

Macaque in the trees
porta-voz (Foto: NBr)

Rêgo Barros declarou que algumas informações divulgadas pela preliminar da proposta não são efetivas. Perguntado sobre idade mínima, o porta-voz não confirmou se a proposta que irá ao Congresso Nacional será a de 65 anos para homens e mulheres. "O presidente não confirma enquanto não tiver um projeto fechado para a Previdência. Quaisquer ilações sobre temas que estão inseridos nesse documento, como eu disse, são ilações."

Bolsonaro continua estudando, de acordo com o porta-voz, o tema com a equipe econômica e a Casa Civil. "Posteriormente, em consórcio com o nosso Congresso, estabelecerão as diretrizes para implantação, votação e aprovação da Previdência que é tão importante para o nosso país."