Jornal do Brasil

Economia

Nissan reunirá conselho administrativo para votar saída de Ghosn

Jornal do Brasil

O conselho de diretores da Nissan decidirá na quinta-feira (22) a demissão de presidente, Carlos Ghosn, acusado de malversação e sonegação por parte da justiça japonesa, afirmou nesta segunda-feira o CEO do grupo automobilístico japonês.

"Na quinta-feira, vou convocar uma reunião do conselho para fazer uma proposta para afastá-lo do cargo de presidente", afirmou Hiroto Saikawa em entrevista coletiva nesta segunda-feira (19). Carlos Ghosn foi detido em Tóquio após uma investigação interna da fabricante de automóveis.