Jornal do Brasil

Economia

Novos empréstimos na China recuam a 697 bilhões de yuans em outubro

Jornal do Brasil

Os bancos chineses liberaram 697 bilhões de yuans (US$ 100 bilhões) em novos empréstimos em outubro, segundo dados publicados hoje pelo Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês).

O montante representa cerca de metade do volume de 1,38 trilhão de yuans registrado em setembro e veio bem abaixo da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 843,5 bilhões de yuans em novos empréstimos.

O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, diminuiu de 2,21 trilhões de yuans em setembro para 728,8 bilhões de yuans em outubro, devido principalmente a uma desaceleração no ritmo de emissões de bônus pelo governo.

Já a base monetária da China (M2) teve acréscimo anual de 8% em outubro, menor do que o ganho de 8,3% de setembro. Analistas previam novo avanço de 8,3% no mês passado. Fonte: Dow Jones Newswires.