Jornal do Brasil

Economia

Itália diz que manterá altos gastos no orçamento de 2019 apesar de crítica da UE

Jornal do Brasil

O governo da Itália prometeu seguir adiante com seus planos de altos gastos no orçamento de 2019, apesar dos avisos da União Europeia de que o país estaria violando as regras fiscais do bloco.

Em resposta a uma carta da Comissão Europeia da semana passada, o governo disse que não recuaria de seus planos de gerar um déficit orçamentário de 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), ou triplicar o nível acordado pelo governo anterior com as autoridades europeias.

A medida levanta a perspectiva de um grande confronto entre Roma e Bruxelas sobre os planos do governo de coalizão italiano, que poderia levar a UE a rejeitar o orçamento da Itália e impor multas contra o país.

"O governo italiano está consciente de que escolheu uma abordagem de política orçamentária que não está alinhada" às regras da UE, escreveu o ministro da Economia, Giovanni Tria. "Foi uma decisão difícil, mas necessária, tendo em vista o persistente atraso na recuperação dos níveis do PIB pré-crise".

Segundo ele, a dívida do país deverá cair nos próximos três anos devido ao crescimento acelerado. Fonte: Dow Jones Newswires.

 



Recomendadas para você