Jornal do Brasil

Economia

China reduz compulsório para beneficiar pequena empresa

Jornal do Brasil

O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) vai reduzir em 1 ponto percentual, a partir de 15 de outubro, a taxa de compulsório que a maioria dos bancos comerciais deve manter.
O índice oficial de reservas compulsórias para os grandes bancos estatais da China cairá de 15,5% para 14,5%, quando o corte entrar em vigor, de acordo com o provedor de dados Wind Information.
Segundo o banco central da China, o corte liberará 1,2 trilhão de yuans (US$ 174,72 bilhões) em recursos aos clientes para ajudar pequenas empresas, além de compensar os empréstimos de curto prazo dos bancos.
A ação, amplamente esperada pelos economistas, marca o quarto ajuste no compulsório pelo PBoC neste ano, após cortes em janeiro, abril e junho.
A medida de estímulo às empresas foi anunciada em meio a dados recentes que mostraram que a economia chinesa está perdendo força, com a guerra comercial intensificado com os EUA prejudicando os fabricantes chineses.



Recomendadas para você