Inscrições para editais de patrocínio estão abertas

Até 8 de junho estão abertas as inscrições para o Edital de Patrocínios do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) para projetos a serem realizados em 2019 e 2020.  O programa tem por objetivo definir projetos que vão compor a programação das unidades  de Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pelo site www.bb.com.br/patrocinios. As propostas podem ser apresentadas nas seguintes áreas e segmentos: artes cênicas, cinema, exposição, ideias e música. Podem inscrever seus projetos os produtores (pessoa física ou jurídica) de qualquer lugar do Brasil e não só das cidades onde estão localizados os CCBBs.

O regulamento do edital traz todos os detalhes, incluindo o eixo curatorial e os critérios de seleção, que preveem inovação na abordagem, no conceito e na execução, valorização da diversidade, da brasilidade, da cultura e dos valores nacionais e internacionais, de fatos históricos e das manifestações tradicionais e folclóricas. Também é destacada a acessibilidade, com a possibilidade de formação de público e de fomento a novos talentos.

Já o Oi Futuro recebe propostas do país inteiro até 15 de junho. Dez artistas serão escolhidos para residências de dois meses no LabSonica, laboratório de inovação e criatividade do centro cultural, com estúdios de som e vídeo, coworking e ambiente para oficinas e ensaios. As bolsas de residência vão de R$ 20 mil a R$ 40 mil. O objetivo é reunir artistas transmídia do país inteiro no mesmo espaço de convivência para cocriação. Inscrições abertas no endereço: https://artsonica.com.br/ 

“A ArtSonica - Residência artística inaugura o laboratório de inovação e criatividade do Oi Futuro, um espaço que materializa nosso propósito de atuar como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso à cultura na era digital”, diz Roberto Guimarães, gestor de Cultura do Oi Futuro. 

A residência oferecerá aos artistas a estrutura do espaço recém-inaugurado, que ocupa um andar inteiro do edifício do Oi Futuro (Rua Dois de Dezembro, 107), a poucos metros do Centro Cultural Oi Futuro, no Flamengo. As instalações do laboratório são de ponta, com equipamentos para gravação de som e vídeo, estúdio acústico, ateliê de criação, posições de coworking, sala para ensaios e oficinas e internet de alta capacidade. O projeto também disponibilizará técnicos de estúdio, e equipes de produção de conteúdo para redes sociais e assessoria de imprensa para que divulguem os trabalhos em desenvolvimento. 

“Conversando com diversos amigos sobre artes digitais, achei interessante propor para artistas de diferentes especialidades o desafio de se aventurarem por este caminho. A ideia foi muito bem recebida e resolvemos elaborar uma proposta com esta provocação. Esta foi a semente que deu origem à ArtSonica”, conta Julio Zucca, o idealizador do projeto.

As pesquisas artísticas podem ser realizadas total ou parcialmente durante os dois meses de experimentação, desde que os criadores proponham quais são os seus objetivos e cumpram com as entregas acordadas. É possível iniciar uma pesquisa ou finalizar uma investigação em curso neste programa, desenhado a fim de explorar a pluralidade artística do Brasil e promover o intercâmbio dos residentes para que façam trocas sobre os seus processos e até mesmo criem algo juntos.

A primeira ArtSonica foi elaborada especialmente para ocupar as instalações do laboratório de inovação e criatividade do Oi Futuro, que abriga as atividades do LabSonica, voltado para as experimentações no campo do som e imagem, e do Labora, empreendedorismo social do instituto. O objetivo é avançar sobre a missão de fomentar a inovação, promover experiências criativas de todas as áreas e estimular conexões para potencializar o desenvolvimento coletivo e pessoal. A ideia é dar voz a toda a cadeia produtiva da imagem e do som, da pesquisa à criação, incluindo a produção de expressões que vão além do palco.

Também com inscrições abertas para candidato de todo o Brasil  está o  “CCBC Jazz Fest - Novos talentos da música brasileira”, um festival competitivo promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá, uma organização independente sem fins lucrativos, mantida pelo setor privado.

As inscrições são gratuitas e abertas a grupos instrumentais e vocais de até seis integrantes residentes no Brasil. O prazo se encerra em 25 de junho. “O Canadá é sede do maior festival de jazz do mundo, o Montreal International Jazz Fest que tem sido palco de fusões e lançamentos de artistas de vários gêneros musicais e tendências mundiais”, diz Alvise Migotto, músico e produtor canadense radicado no Brasil e coordenador do júri do CCBC Jazz Fest. “O Brasil sempre está presente em Montreal, representado por artistas que, aqui, não identificamos como ‘jazzistas’. O jazz é versatilidade, criatividade e ginga! E isso, os brasileiros têm!”, conclui. 

As inscrições deverão ser feitas online, no site www. ccbcjazzfest.org.br. É necessário incluir links para duas músicas, sendo pelo menos uma de autor brasileiro (dos próprios participantes ou de terceiros), nos idiomas português, inglês ou francês. As duas músicas devem ser gravadas em vídeo e postadas em plataforma online com duração máxima de 15 minutos no total. O vídeo deverá ser feito com uma única tomada para cada música, com câmera parada na posição horizontal, sem movimentos de zoom e sem edições ou cortes. Todos os participantes deverão estar visíveis no vídeo.

No dia 16 de julho serão conhecidos os 12 pré-selecionados na fase eliminatória. Os avaliadores irão considerar o repertório e arranjos, entrosamento dos integrantes, técnica, criatividade nos improvisos e cumprimento do regulamento. A etapa seguinte prevê a avaliação por um júri técnico e o voto popular: um dos cinco grupos/artistas finalistas será escolhido pelo público, em votação online. O vencedor ganhará uma viagem ao Canadá.