Édipo e o Rei, um Acidente Mitológico, últimos dias em cartaz no Teatro Ipanema

No dia 24 de março, sábado, foi a estreia da peça Édipo e o Rei, um Acidente Mitológico, no Teatro Ipanema, com direção de Adriano Coelho. O texto, da roteirista Laura Rissin, é uma bem-humorada paródia da clássica tragédia de Sófocles, Édipo Rei, representada pela primeira vez em 430 a.c. A montagem fica em cartaz até o dia 9 de abril.

O elenco inclui sete atores que se destacam na dramaturgia nacional. Os protagonistas são interpretados por Francisco Vitti (Édipo), Gabriela Rosas (Jocasta), José Karini (Laio) e Beto Bruno(Creonte). O coro é formado por Breno Motta, Cadu Libonati e Ranther Melo.

Com um tom cômico, a peça subverte a trama original de Sófocles, incluindo a paixão de Édipo por Laio. Representada em três atos costurados pelo coro, a montagem propõe um desfecho menos sofrido para Laio, Édipo e Jocasta.

“A proposta é fazer um espetáculo divertido, satirizando uma tragédia tão definitiva. O humor ajuda a lidar com as questões tratadas na peça, que nessa versão inclusiva, cita diferentes formas de amor ” - comenta a autora Laura Rissin.

"Sem pretensão alguma e com forte influência do teatro "besteirol" carioca, procuramos o humor no trágico. E, descobrimos que esta mistura funciona," complementa o diretor Adriano Coelho.

Sinopse:

O oráculo de Delphos prevê que Édipo será o assassino do próprio pai. A fim de evitar a profecia, ele foge do Corinto, e vai para Tebas, cidade governada pelo rei Laio e pela rainha Jocasta. Mas a cidade é dominada por uma terrível esfinge e, num ato heroico, Édipo derrota o monstro e liberta a cidade. Os tebanos passam a adorá-lo, inclusive Laio e Jocasta, despertando a ira dos Deuses. Tebas é então castigada. Em busca da cura para a cidade, os reis descobrem que são os pais de Édipo. Tocados pela descoberta, Laio, Jocasta e Édipo traçam um rumo diferente da tragédia de Sófocles.

ADRIANO COELHO - Diretor

Foi integrante da Cia. Prática de Teatro durante 3 anos. Após uma pós-graduação em Film Studies, na New York University (EUA), participou de diversos trabalhos como produtor e assistente de direção em cinema e publicidade. Desde 2003, trabalha na Rede Globo, aonde tem atuado como diretor de programas como Linha Direta, Tv Xuxa, Domingão Do Faustão, Criança Esperança, Vídeo Show e Lazinho com Você. Atualmente é diretor responsável da próxima temporada do programa Amor e Sexo

LAURA RISSIN  - Autora Roteirista

Formada em Comunicação pela ECO/UFRJ e em Letras pela PUC Rio. Desde 2000 colabora em minisséries, seriados e novelas da Rede Globo como O Pecado de Porto Negro, Malhação e Suburbanos. No cinema, colaborou nos longas Um Casal Inseparável de George Moura e Sergio Goldenberg e J. Sisters, de Patrícia Andrade. Selecionada para o pitching do 19º Festival de Cinema do Ceará com o argumento do longa O Galã.

FRANCISCO VITTI - Édipo

No teatro atuou nas montagens: Dostoievski, uma alma arranhada nas areias de Ipanema, direção de Cico Caseira, Nada vai nos separar, direção de Cacá Mourthé e Jovem estudante procura, direção daIsabella Sechim. Na televisão participou de duas temporadas de Malhação: Seu lugar no mundo (2015/2016) e Pro dia Nascer Feliz (2016/2017). No cinema, atuou em diversas produções: Mergulho, longa dirigido por Pedro Ferreira; Duelo antes da Noite, curta dirigido por Alice Furtado (indicação festival de Cannes); Mate-me por favor, longa dirigido por Anita Rocha e Filhos de Bach, longa dirigido por Ansgar Ahlers.

GABRIELA ROSAS - Jocasta

Estudou Teatro em Paris, na École Philippe Gaulier de Théâtre. Seu último trabalho em São Paulo foi um monólogo, dirigido por Marcelo Rubens Paiva, com o qual foi convidada para o Festival de Teatro de Curitiba. No Rio, suas últimas peças foram: Perdoa-me Por me Traíres, O Pena Carioca, A Hora Perigosa, Nadistas e Tudistas e Decote - todas dirigidas por Daniel Herz. No cinema, participou do filme Aparecidae de alguns curtas, entre eles Noite De Sol (Kikito de melhor Atriz no Festival de Gramado). Gabriela Rosas também foi apresentadora por 4 anos do programa Madrugada Vanguarda, da Rede Vanguarda, afiliada da Rede Globo no interior de São Paulo.

JOSÉ KARINI - Laio

Formado no Curso Profissionalizante de Ator pela CAL e graduado em Teoria do Teatro pela UniRio (2002). Integra a Cia Teatral Os Dezequilibrados, com direção de Ivan Sugahara, desde 2001. Atuou em diversos espetáculos com a companhia: Bonitinha, mas Ordinária, Vida, o filme, Estupidez, Mulheres Sonharam Cavalos, A Serpente, Amores e Beija-me como nos Livros. Também trabalhou em diversas produções com diretores como Bruce Gomlevski, Roberto Alvim, Felipe Vidal, Danielle Martins de Farias, entre outros. No cinema, participou das novelas A Regra do Jogo e A Lei do Amor.

BETO BRUNO - Creonte

Faz parte da companhia teatral Os Privilegiados dirigida e fundada por Antônio Abujanra, com a qual participou como ator em diversas montagens: O que é Bom em Segredo é Melhor em Público, O Auto da Compadecida, O Casamento, Tróilo e Cressida, entre outras. Fez algumas participações na TV Globo em novelas e minisséries: Caminho das Índias, Amor Eterno Amor, Malhação, Os Aspones, A Teia, Sol Nascente , A Força do Querer, Rebu, entre outras. No cinema, atuou em O Homem Nú, com direção de Hugo Carvana, Copacabana, com direção de Carla Camurati e Meu Nome não é Johnny, com a direção de Mauro Lima.

FICHA TÉCNICA

Direção: Adriano Coelho

Texto: Laura Rissin

Direção de Produção: Beto Bruno e Carla Nascimento

Elenco: Francisco Vitti, Gabriela Rosas, José Karini, Beto Bruno, Breno Motta, Cadu Libonati e Ranther Melo

Figurino: Lessa de Lacerda

Iluminação: William Andrade

Trilha Sonora: Matheus Von Krüger

Coordenação de comunicação: Cristiana Lobo

Assessoria de Imprensa: Cristiana Lobo

Mídias Sociais: Natália Voss e Grasiele Schmit

Design: Dani Cabral e João Galhardo

Realização: Evoé Produções Artísticas

Serviço:

“Édipo e o Rei, um acidente mitológico”

Temporada: 25 de março a 09 de abril

Local: Teatro Ipanema

Endereço: R. Prudente de Morais, 824 - Ipanema, Rio de Janeiro

Horário Nobre: Sábado, às 21h, domingo e 2ª às 20h

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) R$ 20,00 (meia)

Capacidade: 222 lugares  

Telefone: (21) 2267-3750                      

Duração: 60 minutos

Classificação: 14 anos