Bruce Springsteen estende seu show na Broadway até fim do ano

Bruce Springsteen anunciou, nesta quarta-feira (21), que prolongará até dezembro a temporada de seu show na Broadway, um espetáculo incomum muito mais íntimo que suas apresentações maciças que se tornaram um sucesso de bilheteria.

É a terceira vez que o músico estende a duração em cartaz de seu espetáculo, que começou em outubro no teatro Walter Kerr, de 960 assentos.

Excluindo algumas pausas, fará entre quatro e cinco apresentações por semana até a nova data de encerramento, em 15 de dezembro.

O show de Springsteen, que durante décadas encheu estádios, é um dos mais procurados da Broadway, e às vezes aparece mais valorizado que o musical de sucesso "Hamilton" no mercado de revenda de entradas.

Springsteen tentou evitar a revenda a preços abusivos através de um novo sistema de verificação do Ticketmaster, mas muitos fãs continuam se queixando de entradas de até 1.000 dólares.

Ao anunciar a extensão de seu show no Facebook, Springsteen disse que só os que tinham se registrado previamente no sistema de verificação mas não conseguiram entradas seriam convidados a uma última rodada, com preços a partir de 75 dólares.

Apelidado com frequência The Boss (O chefe), o músico de 68 anos ganhou uma reputação de maratonista, ao oferecer shows espontâneos com seu grupo E Street Band.

Mas em "Springsteen on Broadway", o cantor está sozinho no palco com um piano e um violão, com um repertório que repassa toda sua carreira e varia pouco a cada noite.