Itália e França candidatam Mont Blanc a Patrimônio Unesco

A campanha também conta com o apoio da Suíça

Representantes de Itália, Suíça e França assinaram na última terça-feira (24), em Chamonix, o dossiê de candidatura do Mont Blanc (Monte Bianco, em italiano) a Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O ato reuniu delegados dos ministérios do Meio Ambiente dos três países, além de representantes da região italiana de Vale de Aosta, dos departamentos franceses de Saboia e Alta Saboia e do cantão suíço de Valais.

"O selo de Patrimônio da Humanidade reforçaria ainda mais o diálogo e a colaboração entre nossos territórios", disse o secretário de Ambiente do Vale de Aosta, Jean Pierre-Guichardaz.

Situado na tríplice fronteira entre Itália, Suíça e França, o maciço do Mont Blanc é a montanha mais alta da União Europeia, com 4,8 mil metros.

A Itália é o país que detém o maior número de patrimônios tombados pela Unesco, com 53.