7ªEdição do Festival Celucine de Micrometragens 2016 anuncia finalistas e realiza premiação

Melhores filmes nas categorias Ficção, Documentário e Animaçãoserão exibidos no dia 15 de dezembro

Quase 400 filmes foram inscritos na 7ª edição do Festival Celucine de Mocrometragens na edição de 2016.

Idealizado em 2008, o festival já conta com mais de 1.500 filmes em seu acervo de participantes.

Iniciativa que tem o objetivo de incentivar a criação, produção e difusão de conteúdos audiovisuais e premiação dos ganhadores será realizada no dia 15 de dezembro, às 19 horas, no Oi Futuro Ipanema, com entrada gratuita.

Participaram do festival nesta edição 376 filmes, sendo: 27 filmes de animação, 262 de ficção e 87 filmes documentários de várias localidades do Brasil e países de língua portuguesa. Todos com tema livre com duração de trinta segundos  até três minutos, gravados exclusivamente em plataformas digitais, como câmeras de celulares e câmeras digitais. “O festival foi pioneiro das plataformas digitais ao estimular o próprio usuário a ser o criador do próprio conteúdo, e ainda de incentivar esse criador a entrar no mercado audiovisual. Vários ganhadores de prêmios das edições anteriores hoje trabalham no mercado de cinema nacional como diretores e roteiristas”, conta o idealizador do festival Marco Altberg.

A apresentação dos filmes finalistas e premiação serão apresentados pelo diretor, ator, roteirista e artista plástico carioca, Ricardo Chreem. O vencedor de cada categoria receberá o prêmio de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), após votação do júri oficial formado pela atriz Natália Lage, o ator e diretor Roberto Bomtempo e o cineasta e membro do Conselho Federal da BRAVI (Brasil Audiovisual Independente) Marco Altberg.

Além de revelar vários talentos, o festival já teve a participação de grandes nomes participando como jurados, como Sérgio Bloch, José Wilker, Selton Melo, a escritora e colunista Córa Ronai, Dira Paes, o músico Paulinho Moska e o crítico de cinema Marcelo Janot. E ainda parcerias internacionais como o cineasta Mário Bastos, de Angola e David Rebordão, de Portugal.

Além dos prêmios oficiais de tema livre inscritos nas categorias acima, a Certisign, Patrocinadora Máster do Festival, que fez 20 anos em 2016 oferecerá um prêmio especial em cada categoria para quem fizer a melhor viagem para 20 anos atrás.

Finalistas

Categoria ficção

·         #bolaprafrente, de Evandro Manchini

·         8., de Sameul Moreira

·         Lata, de Leandro Martins

·         Tem Wifi?, de Coletivo

·         Correr, Olhar e Flutuar, de Nira Lima

Categoria Documentário

·         Aquele 31 de março, de Daniel Mata Roque

·         Erildo, de Douglas Guedes

·         Filhas da Síria, de William Gomes, Sthefany Fernanda, Juliana Passador e Igor Rechenberg

·         O silêncio de sua viagem, de  Armando Lima

·         Não há nada escrito na testa além do amor, de João Lima

Categoria Animação

·         Uma Mente Brilhante, de Rafael Jardim ( Rj)

·         Preserve, de Rodrigo De Azeredo (Rs)

·         Interrogatório, de Raul Fontoura (Rs)

·         A Bolha, de Rafael Rauedys

·         Katabasis, de Francisco Catão  (Df)

Serviço: Festival Celucine de Micrometragens

Premiação: 15 de dezembro, às 19 horas

Local: Oi futuro Ipanema -  Rua Visconde de Pirajá, 54

Entrada gratuita

Mais informações: www.facebook.com/Festival.Celucine ou (21) 2205.5724 / 98350.0062