Ricardo Amaral e Robert Halfoun lançam o livro 'Histórias da Gastronomia Brasileira'

Obra é repleta de casos e histórias dos banquetes de Cururupeba ao Alex Atala

A mesa é lugar sagrado não só pelos sabores, prazeres e pelas texturas, mas também pelas histórias que embalam e, principalmente, temperam o ato de comer. De onde vem o que comemos? Para onde os talheres estão nos levando? Algumas respostas estão em Histórias da Gastronomia Brasileira, de Ricardo Amaral e Robert Halfoun, lançamento da RARA Cultural.

Resultado de uma extensa pesquisa e de uma série de entrevistas com nomes emblemáticos da gastronomia brasileira, o livro convida o leitor a fazer um delicioso passeio com personagens que formam os pilares da cozinha do país: desde o cacique que adorava comer e promovia banquetes com a essência de muita coisa consumida até hoje, até a descoberta de um Brasil amazônico, revelado por Alex Atala, sob influência do chef paraense Paulo Martins (in memoriam).

No caminho, a obra passa por D. João VI; pela Princesa Isabel e um dos seus filhos mimados; pelo cozinheiro fantasma, autor de um dos primeiros compêndios sobre os bastidores da nossa cozinha; e pelos criadores de clássicos como o picadinho carioca e a feijoada completa (João Alves Lobo). Amaral e Halfoun seguem mexendo um panelão de referências, casos, personagens e receitas que influenciaram muita gente. O lendário chef francês Paul Bocuse é ingrediente fundamental desse passeio. A adorável Ofélia Anunciato, apresentadora de A cozinha maravilhosa de Ofélia, também.

A primeira parte de Histórias da Gastronomia Brasileira tem 25 capítulos, cada um dedicado a um personagem e é finalizado com duas receitas, num total de 50 segredos valiosos compartilhados com o leitor. As delícias são as mais variadas e de diversas regiões do país, do Baião de dois, Vatapá e Feijão-tropeiro, passando pela Coxinha, o Milk-shake de Ovomaltine e o Mingau paulista, até o Cordeiro à caçadora, a Farofa de banana grelhada, e o Chucrute.

“Chefs do Brasil” é a segunda parte da obra e traz as trajetórias de 23 nomes que fazem a história contemporânea da gastronomia brasileira: Laurent Suaudeau, Claude Troisgros, Luciano Boseggia, Roland Villard, Roberta Sudbrack, Mara Salles, José Hugo Celidônio, Helena Rizzo, Jun Sakamoto, Edinho Engel, Rodrigo Oliveira, Thiago Castanho, Nelsa Trombino, Jefferson e Janaína Rueda, Manu Buffara, Kátia Barbosa, Ana Luiza Trajano, Shin Koike, Thomas Troigros, Onildo Rocha, Renata Vanzetto, Rafael Costa e Silva e Claude e Ricardo Lapeyre. Ao final de cada texto, vêm as “Pérolas do chef”, com menus especialíssimos selecionados pelos nomes emblemáticos que comandam, hoje, alguns dos mais grandes restaurantes brasileiros.

“Sempre sonhei reunir boas histórias para traçar um perfil da nossa gastronomia. O encontro com o editor de gastronomia Robert Halfoun marcou a decisão dessa realização, que é um passeio e uma homenagem àqueles que escreveram a história e aos seus grandes herdeiros e continuadores”, diz Amaral. Para Halfoun, “um livro como este, com tamanha quantidade de pesquisa, só acontece quando há muito, muito interesse por um assunto. Quando a gente é apaixonado por ele. Para nós, epicuristas, a boa mesa é tudo e inclui as histórias sempre saborosas contadas ali (e agora aqui). É um privilégio participar dessa empreitada”.

Histórias da Gastronomia Brasileira 

Editora: Rara Cultural

Autores: Ricardo Amaral com Robert Halfoun

Formato: 16x23Págs: 416

Preço sugerido: R$ 59,90

Sobre os autores

A gastronomia sempre pautou a vida profissional de Ricardo Amaral. Trabalhou ao lado de alguns dos melhores chefs do mundo e participou de diversos projetos que firmaram o Rio de Janeiro e o Brasil como polos culturais e gastronômicos. É autor, com Boni, da série de guias gastronômicos Boni & Amaral. Por ter se dedicado desde os anos 1960 a atividades ligadas ao entretenimento e à noite, foi batizado de “Rei da Noite”. Foi recentemente curador de diversos livros de autores como Pitanguy, Padre Jorjão, Boni, Xuxa, Neville de Almeida. No primeiro semestre de 2016, lançou o livro A Cara do Rio com a publicitária Raquel Oguri, e, agora, prepara o Rio Book, projeto que integra livro-guia, portal e canal de TV com tudo sobre a cidade.

Robert Halfoun sempre esteve às voltas com a boa mesa, mesmo antes de assumir o cargo de diretor de redação da revista Gula, a mais tradicional publicação especializada no Brasil. Com passagem por grandes empresas de comunicação, trabalhou durante anos na Editora Abril e no Jornal doBrasil. Frequentou as melhores mesas do mundo e ampliou seu conhecimento em encontros com grandes mestres e chefs, como Ferran Adrià e o lendário Paul Bocuse. Hoje, Halfoun realiza consultorias e criação de eventos na área. Também atua como diretor de conteúdo nos projetos Rio Book Guia Boni & Amaral, editados pela RARA, de Ricardo Amaral.