Polêmico, 'Aquarius' estreia no Brasil

Elenco fez protesto contra o impeachment de Dilma em Cannes

Cercado de polêmicas, o filme brasileiro "Aquarius", dirigido pelo pernambucano Kleber Mendonça Filho e estrelado pela atriz Sonia Braga, estreou nesta quinta-feira (1) nos cinemas do Brasil.   

O longa narra a vida de Clara, de 65 anos, jornalista aposentada, viúva e mãe de três filhos. Ela mora no Aquarius, edifício dos anos 1940 construído na orla do Recife.   

A construção é antiga e resiste ao redor de prédios modernos projetados por construtoras milionárias, que insistem em comprar o local. Por não querer vender, Clara sofre ameaças e diversos tipos de assédio para mudar de ideia.   

A polêmica em cima do filme surgiu em maio, quando "Aquarius" disputou a Palma de Ouro no Festival de Cannes e ficou mundialmente marcado pelo protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff realizado pelo elenco.   

"Um golpe ocorreu no Brasil", "Resistiremos" e "Brasil não é mais uma democracia" eram algumas das frases que estavam nos cartazes segurados por Mendonça e pelos atores no tapete vermelho.