Canção de Jards Macalé ganha edit dançante de produtor carioca

A canção “Negra Melodia”, de Jards Macalé, ganha uma versão dançante pelas mãos de Camões. Presente originalmente no álbum “Contrastes”, de 1977, a música fez parte do movimento Tropicalista e traz influências do reggae e percussão de dance music. Após 39 anos de lançamento, a edição feita pelo cantor, compositor, produtor e DJ reforça o experimentalismo da faixa original e acrescenta à mistura elementos da black music setentista.

Marcado pela experimentação em seu trabalho autoral, Camões já está acostumado a mesclar MPB com elementos sintéticos. Em seus dois EPs “Cupim” e “Anilina”, ele construiu canções que combinavam o violão de nylon à batida eletrônica. Em meio a tantas criações e sonoridades diferenciadas, surgiu a vontade de homenagear Jards Macalé, tal como fez com Gonzaguinha, com “Lindo Lago do Amor”, em um edit lançado no início de 2016.

"Jards é uma mega referência pra mim como compositor. Tinha uma época que ouvia o álbum em loop. A música original, apesar de ser um reggaezão, sempre soou pra mim como um disco enrustido, então resolvi tirar esse disco de dentro do armário. Sigo na linha de pegar ‘cantautores’ brasileiros que tenho grande admiração para fazer os edits. A diferença é que esse é mas disco, enquanto o do Gonzaguinha ficou mais etéreo, viajante", explica Camões.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais