Morre no Rio a atriz Maria Della Costa

Morreu neste sábado (24), aos 89 anos, a atriz Maria Della Costa. Ela estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, e teve um edema pulmonar agudo. O velório da atriz foi realizado neste domingo (25) no Theatro Municipal do Rio. 

Ela ainda será velada na Câmara dos Vereadores de Paraty, na Costa Verde, e enterrada no Cemitério Municipal de cidade às 11h desta segunda-feira (26).

A atriz se destacou principalmente no teatro, onde interpretou papéis em obras como Anjo Negro, de Nelson Rodrigues; Prostituta Respeitosa, de Sartre; A Casa de Bernarda Alda, de Lorca; A Rosa Tatuada, de Tennessee Willians; Depois da Queda, de Arthur Miller: e As Alegres Comadres de Windsor, de Shakespeare.

Maria Della Costa fundou o Teatro Popular de Arte, no Rio de Janeiro, em 1948, que deu origem à Companhia Maria Della Costa, sediada em São Paulo.

Na televisão, interpretou papéis nas novelas Beto Rockfeller e Estúpido Cupido.

Em nota, a Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro disse que o teatro brasileiro deve muito a Maria Della Costa. "Belíssima, forte e empreendedora, Maria foi uma espécime rara nas artes brasileiras, uma mulher à frente do seu tempo. Ela era uma estrela e  uma grande atriz, mas era também uma realizadora dedicada, antenada no mundo inteiro". 

"Maria levou nosso teatro ao mundo e, com sua companhia, fez as primeiras montagens aqui de obras inéditas de grandes dramaturgos. Além disso, estimulava novos talentos que ia descobrindo, como Sérgio Britto e Fernanda Montenegro", diz a nota.