Casarão Ameno Resedá apresenta a Banda do Síndico nesta sexta-feira

Em Setembro, Sebastião Rodrigues Maia, o nosso grande Tim Maia, completaria 72 anos de idade, sabendo disso, o Casarão Ameno Resedá apresenta um show pra lá de animado com a Banda do Síndico e a participação especial do cantor, compositor e percussionista, Jovi Joviniano, no dia 03 de Outubro, a partir das 22h.

O show será um bailão em homenagem ao grande mestre da MPB, Tim Maia. Um dos maiores ícones da música brasileira e grande responsável pela divulgação da Soul Music em terras Tupiniquins, com sua voz grave e rouca que conquistou multidões.

Após um convite do empresário artístico cultural de Minas Gerais, Etienne, alguns músicos que participaram do tributo a Tim Maia, como o trompetista Silvério Pontes e o saxofonista Tinho Martins, reuniram os amigos da Banda Vitória Régia, famosa por acompanhar Tim, e resolveram dar continuidade a esse projeto. 

No show, a Banda do Síndico apresenta os sucessos que marcaram a carreira do imprevisível Tim e contagiaram as pistas e salões com seu balanço irresistível.  Entre as mais pedidas estão "Primavera", que ficou durante 20 semanas em primeiro lugar nas rádios na década de 70, "Descobridor dos Sete Mares" e "Do Leme a Pontal", feitas em homenagem ao Rio de Janeiro, "Vale Tudo" que foi tema de novela e "Sossego", que apesar de todos os processos abertos contra Tim, trocadilhos a parte, era o que ele mais queria na vida.

A Banda do Síndico é formada por Silvério Pontes no trompete, Paulo Black na bateria, Tinho Martins no sax, Toca Delamare no teclado, Adriano Giffoni no baixo, Nando Chagas na guitarra, Jeferson Victor no trompete, Fabiano Segalote no trombone, Jurema de Candia e Bettina Grazianne nos vocais e a potente voz de Bruno Maia, intérprete versátil, cheio de swing e romantismo. Bruno Maia percorreu 20 anos pelos palcos cariocas e conseguiu abrir portas nas rádios, jornais e bailes após a gravação do seu primeiro CD, em 2011, alcançando uma venda superior a 20 mil discos.

O convidado, Jovi Joviniano, é um profundo conhecedor dos ritmos populares brasileiros, aprendeu a tocar os instrumentos de percussão popular na escola de samba Imperatriz Leopoldinense. Acompanhou artistas como Nara Leão, Beth Carvalho, Emílio Santiago, Gal Costa, Seu Jorge, Roberta Sá e teve canções gravadas por Ana Carolina, Farofa Carioca, Fernanda Abreu, entre outros.