Meu nome é Ernesto. Comédia continua em cartaz no Sesc Casa da Gávea, no Rio

Peça propõe uma reflexão sobre a terceira idade de forma leve e irreverente

Com direção de Felipe Fagundes, a comédia “Meu nome é Ernesto” continua em cartaz no palco do Sesc Casa da Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Apresenta de maneira leve e divertida o universo dos idosos. No elenco Jéssika Menkel e Arthur Ienzura. 

Ernesto e Marta são um casal de idosos que vive das suas lembranças do passado. Quase sempre o esquecimento atinge o casal que confunde histórias, datas e principalmente nomes. As lembranças estão tão presentes que servem como peças de um grande quebra-cabeça onde o que importa é justamente o estar junto, e não o tempo ou o espaço. 

Adaptação livremente inspirada no texto "I'm Herbert", de Robert Anderson, a peça “Meu nome é Ernesto!" propõe uma reflexão sobre a terceira idade de forma leve e irreverente a partir da encenação de situações cotidianas do dia a dia dos idosos que mostram que o mais importante é a cumplicidade que se mantêm dentro da vida que se leva.

Um dos destaques do espetáculo é o trabalho corporal. Dois jovens atores, Jéssika Menkel e Arthur Ienzura, interpretam um casal de idosos de mais de 80 anos. E para a caracterização dos personagens, os atores são submetidos a uma sessão de maquiagem de cerca de 3 horas.

Com classificação livre, o espetáculo é destinado a todos os públicos, e tem como objetivo prestar uma homenagem aos idosos, à sabedoria presente na terceira idade.