'Clandestinos' volta aos palcos do Rio nesta sexta-feira

Peça traz no elenco atores de 'Avenida Brasil' e 'Cheias de Charme'

A peça Clandestinos volta aos palcos cariocas a partir desta sexta (16), em curta temporada, até 9 de dezembro no Teatro Ipanema, às sextas, sábados e domingos, às 21h30. João Falcão é o autor e diretor desta história que fez sucesso tanto no teatro quanto na TV e revelou diversos atores de sucesso. Os ingressos vão de R$ 20 (meia) a  40 (inteira).

A comédia foi escrita baseada na história real de 14 jovens de todo o Brasil, que participaram de uma oficina teatral de três meses no Rio, criada por João Falcão. Atores em busca de uma grande chance: fazer sucesso no teatro, cinema e TV, e serem reconhecidos por isto. Os personagens foram criados inspirados nestes próprios artistas, clandestinos no mundo das celebridades. Eles estavam à margem do showbiz, loucos para entrar neste mundo. São os quase-famosos, que fazem seus bicos, comerciais, testes, figuração, estudam, trabalham, mas sem perder a esperança de serem estrelas.

Clandestinos estreou apenas para ter uma pequena temporada ao fim do curso. Só que a história agradou, estourou e ficou dois anos em cartaz, ganhando os palcos do Brasil. Com o sucesso, em 2010, João foi chamado pela TV Globo para escrever e dirigir uma adaptação da peça, que recebeu o nome de Clandestinos – O Sonho Começou e teve sete episódios. Os atores começaram a fazer sucesso, sendo chamados para trabalhos na própria emissora.

Fazem parte da Cia. Instável de Teatro, criada a partir da oficina inicial, atores como Alejandro Claveaux, Bruno Heitor, Chandelly Braz, Eduardo Landim, Emiliano D’Avila, Fábio Enriquez, Giselle Batista, Hugo Leão, Luana Martau, Marcela Coelho, Michelle Batista, Pedro Gracindo e Renata Guida, que fizeram sucesso em novelas e seriados como Malhacão, Cheias de Charme, Avenida Brasil, Loucos por Elas, Morando Sozinho, Cordel Encantado, entre outras produções.

Chandelly Braz, que interpretou a ousada Brunessa na novela Cheias de Charme (de blusa rosa listrada na foto cima), explica que Clandestinos fala de sonhos, e neste quesito, todos podem se identificar. “João se inspirou em histórias verdadeiras e trouxe para o teatro o resultado desta pesquisa. E o fato dessas histórias, ou de fragmentos dessas histórias, virem de uma fonte real, faz com que o público seja tocado. O público se emociona e se diverte ao mesmo tempo. No final das contas, nossas próprias vidas e caminhos provaram que valeu a pena o trabalho e continua valendo, a prova é que estamos aqui ", completa a atriz.

Emiliano d’Avila, que interpretou Lúcio na novela Avenida Brasil, conta que o fato dos atores de Clandestinos não serem mais desconhecidos ajuda na divulgação da peça.” Apenas cria uma nova perspectiva para o espetáculo. A figura da metalinguagem perde um pouco espaço pra ironia; e um novo jogo, uma nova brincadeira é assumida. A peça é a mesma, porém o público nos assistirá agora por uma nova perspectiva. Mas um realismo ainda se mantém intocável: o de que nós estamos representando ali milhares de artistas ainda completamente desconhecidos, completamente clandestinos ", conclui ele.

Todos os artistas de Clandestinos conseguiram mostrar seu trabalho e agradar o público, tanto na TV, teatro e cinema. Deixaram de ser de “clandestinos” e alcançaram o sucesso. Como era os sonhos de seus respectivos personagens na peça.

Serviço 

Clandestinos

Local: Teatro Ipanema – Rua Prudente de Moraes, 824 – Ipanema – Rio de Janeiro

Data e horário: De 16 de novembro a 09 de dezembro / Sexta, sábado e domingo / às 21h30

Ingresso: R$ 20 (meia) / R$ 40 (inteira)

Informações no telefone: (21) 2267-3750

Lotação: 222 lugares

Classificação: 12 anos

Duração: 90 minutos

*Do Projeto de Estágio do Jornal do Brasil