Cine PE: mostra competitiva termina com maratona de longas

A mostra competitiva do Cine PE - Festival do Audiovisual, que acontece em Olinda (PE), terminou na noite desta terça-feira (1) com uma maratona: foram três curtas e três longas exibidos. A primeira sessão teve início às 17h, com o longa Boca, que, devido a uma falha na montagem, não foi mostrado no domingo, data para a qual estava previsto. Hoje tudo correu bem e o público pôde assistir à história de Hiroito Joanides, famoso bandido da "Boca do Lixo", zona de prostituição de São Paulo entre os anos 50 e 60, vivido por Daniel de Oliveira.

Após a exibição dos curtas Dia Estrelado, de Nara Normande, A Fábrica, de Aly Muritiba, e Sonhando Passarinhos, de Bruna Carolli, foi a vez de mais um longa: Na Quadrada das Águas Perdidas, de Wagner Miranda e Marcos Carvalho. O filme, que narra a história de um nordestino numa pitoresca odisseia pela caatinga, tem Matheus Nachtergaele como protagonista - e único personagem, diga-se de passagem. "É um grande prazer mostrar a caatinga para o Brasil", disse Miranda antes da exibição.

O encerramento da noite ficou a cargo do documentário Estradeiros, de Sérgio Oliveira e Renata Pinheiro. Passando por vários lugares não identificados da América Latina, o filme retrata a vida de hippies e nômades em geral, gente que vai de um lugar a outro em busca de uma forma de vida alternativa. "É uma alegria muito grande mostrar aqui no Recife esse filme que celebra uma América Latina com liberdade", comemorou Oliveira.

O Cine PE se encerra nesta quarta (2) com a premiação dos curtas e longas vencedores, marcada para as 20h no Teatro Guararapes, em Olinda.