Rihanna entre as personalidades mais influentes do mundo, segundo a 'Times'

A revista Time divulgou nesta quarta-feira a lista das 100 pessoas mais influentes do mundo , com nomes de líderes mundiais, artistas e atletas. A presidente Dilma Rousseff é uma das chefes de Estado listadas pela Time, assim como o líder dos Estados Unidos, Barack Obama, e o presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan.

Entre lideranças políticas, estão também os primeiros-ministros israelense, Benjamin Netanyahu, e italiano, Mario Monti, a chanceler alemã, Angela Merkel, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e dois dos pré-candidatos republicanos à presidência dos EUA, Mitt Romney e Ron Paul. O grupo hacker Anonymous está entre os mais influentes, assim como a duquesa de Cambridge, Catherine, e a irmã dela, Pippa Middleton, segundo a revista.

O empresário brasileiro Eike Batista e a presidente da Petrobrás, Maria das Graças Silva Foster, entraram para a lista da Times, assim como a presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde. A revista incluiu as cantoras Adele e Rihanna e os atletas Lionel Messi, do futebol, e Jeremy Lin, do basquete. O documento foi criado por editores da Time a partir de uma votação de leitores.

"Escória" da lista

A revista inclui três personalidades que são influentes de forma negativa, e classificou-os como a "escória" da lista. Os ditadores da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e da Síria, Bashar al-Assad, ocupam dois lugares dessa categoria. A terceira vaga foi preenchida por dois líderes terroristas - o chefe do Talibã, o mulá afegão Mohammad Omar, e o ex-líder insurgente somaliano Moktar Ali Zubeyr, do Harakat Al-Shabab Mujahideen.