Inspirada no Nordeste, cantora Maria Bethânia lança 50º disco 

A cantora Maria Bethânia lançou nesta quarta-feira seu 50º disco, Oásis de Bethânia, no qual declara sua paixão pela poesia e pelo sertão brasileiro. Para promover o trabalho, ela participou de coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (28), no Rio de Janeiro.

"Sertão é onde não tem nada. Não tem água, falta tudo, a vida é seca. É o limite que Deus colocou", comentou Bethânia, ressaltando, no entanto, que esses pontos a inspiraram a fazer o álbum. "Para mim isso tudo é uma fonte, uma nascente muito pura. Me bota do tamanho que sou."

Assim, Oásis de Bethânia retrata a aridez e miséria nordestinas aliadas ao amor do sertanejo por sua terra. Sua capa mostra uma imagem do sertão "em algum ponto (do estado) de Alagoas".

Com dez canções, o álbum já está disponível no iTunes e chegará às lojas no próximo domingo (1). Cada faixa tem um arranjador ou compositor diferente, com nomes importantes da música brasileira como Djavan, emVive, e Chico Buarque, em O Velho Francisco.

O título "oásis" foi inspirado em um escrito da própria cantora que, pela primeira vez em 47 anos de carreira, gravou um de seus textos em disco. Os versos são interpretados entre a letra e a poesia de Paulo César Pinheiro na canção inédita Carta de Amor.

"Escrever é purificador. A brincadeira de Carta de Amorâ é, para mim, uma forma de se livrar de demônios e angústias", explicou.

Questionada sobre a ausência de Caetano Veloso no disco, Bethânia justificou que inicialmente tinha a ideia de inserir uma música inédita, composta por ele nos anos 1960, mas que acabou optando por descartá-la.

"Era uma canção estranhíssima, que ele fez em 1967 para mim, transformando em música um poema de Sade Miranda", contou. "Mas, quando terminei a lista final (do play list), vi que a canção estava sobrando. É mais uma coisa que eu posso guardar para o show, pois o espetáculo que pretendo fazer para o disco tem que ser algo diferente."

Bethânia deve iniciar a turnê de Oásis de Bethânia no segundo semestre de 2012.