Médico de Michael Jackson pede para voltar ao tribunal

De acordo com informações do site TMZ, Conrad Murray, médico de Michael Jackson, pediu para voltar ao tribunal de Los Angeles para provar que o Rei do Pop causou sua própria morte.

O advogado do médico disse que se as provas forem aceitas, a restituição de US$ 100 milhões que Conrad precisa pagar à família do cantor pode diminuir cerca de 25 por cento.

Na semana passada, fãs franceses anunciaram que entrariam com um processo contra Conrad Murray, alegando danos emocionais sofridos com a morte de Michael. O caso será julgado em abril deste ano.

Em dezembro do ano passado, o médico foi considerado culpado pela morte do cantor Michael Jackson, e foi sentenciado a quatro anos de prisão. O júri, composto por 12 pessoas, chegou a uma decisão unânime após 42 dias de julgamento.