Cantor inglês de 22 anos, Eugene McGuinness coleciona elogios

Braulio Lorentz, Jornal do Brasil

RIO - Embora seja a cara do jovem John Lennon, o cantor e compositor inglês Eugene McGuinness, 22 anos, é naturalmente associado ao rock dançante de grupos como Arctic Monkeys e Franz Ferdinand. Não por acaso, o primeiro CD saiu em outubro na Europa, com o carimbo do prestigiado Domino Records, o selo que lança os álbuns dos dois gigantes do pop britânico. Ele coleciona elogios da imprensa na terra natal, como os da rádio BBC ( Deus o abençoe. Há muito o que admirar nele ) e do jornal The Observer ( Imprevisível e eclético ). O estrelato, que busca por meio de pepitas como Fonz (seu próximo single), não é só uma desculpa para usar óculos escuros à noite .

Adoraria que um monte de pessoas gostasse do meu som e talvez isso em breve aconteça conta o cantor, em entrevista ao Jornal do Brasil. Eu toparia quase qualquer coisa para chegar ao sucesso. Muitas bandas e artistas chegaram ao topo mantendo a integridade. O que eu preciso é emplacar uma música minha num anúncio de carro.

McGuinness começou a rascunhar canções aos 15 anos, mas nenhuma de suas primeiras idéias aparece em suas músicas atuais, reunidas no disco que leva seu nome e num primeiro EP, Early learnings of Eugene McGuinness, de 2007.

Tudo o que escrevia na adolescência está devidamente enterrado. As músicas que gravei profissionalmente não têm mais de três anos revela.

O inglês tinha tudo para ser cooptado pelo mundo das artes plásticas, por influência do pai, que é artista. Antes de cair na carreira musical, freqüentou o Liverpool Institute of Performing Arts.

Insônia não, só egocentrismo

Para a foto da capa de seu único disco, o engraçadinho posou vestido com roupas de lutador de esgrima. A escolha do traje foi por pura fanfarronice e também enfeitou o clipe de Moscow state circus, no qual McGuinness e sua banda fingem ser esgrimistas.

Não gosto do esporte. Não que tenha tentado lutar. Só pensei que deveria experimentar o traje e fazer uma pose de mau explica o cantor.

A fantasmagórica Monsters under the bed foi a responsável pelo início do culto ao garoto. A letra fala de um personagem que fica cinco horas ligado na internet de madrugada na tentativa de evitar os monstros que ficam embaixo de sua cama.

Essa canção veio na minha cabeça logo no começo da manhã lembra McGuinness. Eu a escrevi rapidamente. Não esperava que Monsters fosse sequer gravada. Muitas das idéias que tenho não são aproveitadas. Não sofro de insônia nem tenho qualquer doença, só o egocentrismo.

A declaração é comprovada ao explicar a opção pela carreira solo. Para ele, o processo com uma banda é muito mais lento. Solitário, tudo é diferente: não há discussões sobre os arranjos ou coisa que o valha.

John Lennon é a principal referência a ser seguida. É seu beatle preferido e, para McGuinness, o mais talentoso nome da música pop de todos os tempos.

Lennon é o mais real define. Tudo nele é humano. Não há a baboseira de ser celebridade e toda aquela m... Ele raramente falava sobre si mesmo e escreveu Strawberry fields forever. Sempre seguiu suas convicções. Há grandes canções dos Beatles, mas se não escuto a voz dele sinto falta de algo.

O vocalista e guitarrista não é a única obsessão do garoto. A cantora e atriz americana Cher, 62 anos, vive sendo citada. Ela está no site do rapaz, em que consta a frase maior que Cher ; e até na banda dos sonhos de McGuinness, como baixista oficial. O que de fato une a morena dona do megassucesso Believe e o aprendiz de beatle?

As canções que eu componho e as da Cher têm exatamente 57 coisas em comum ironiza o cantor.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais