Espetáculo "Eu quem eu somos" encerra temporada no Teatro Café Pequeno

Quarta montagem do Coletivo Cosmogônico, o monólogo “eu quem eu somos”, encerra temporada com apresentações nesta quarta (17) e quinta (18) no Teatro Café Pequeno, no Leblon, Zona Sul do Rio. O texto é inspirado num feed de notícias e composto por conteúdos recentemente viralizados nas redes sociais. A dramaturgia foi composta durante os 16 meses de ensaios, iniciados em janeiro de 2018, de modo a dialogar e colocar em questão temas da atualidade como gênero, extremismo, desastre de Brumadinho, Lava Jato, privilégios e lugar de fala. Todas estas vozes eclodem na figura de um único ator, Ricardo Baggio. 

Macaque in the trees
Monólogo do ator Ricardo Baggio trata de temas da atualidade (Foto: Reprodução do Facebook)

“Este trabalho resulta desta polifonia de discursos, consonantes, dissonantes, empoderados, esfacelados, acirrados”, diz o diretor, João Bernardo Caldeira. “Em cena, há um único ator, exposto e expandido em múltiplas presenças, mas também virtualmente solitário, como o próprio ambiente cibernético – como nós”, completa.

A dramaturgia foi costurada de modo colaborativo, em que cada texto ou personagem foi experienciado na sala de ensaios, com foco no trabalho de criação do ator. O intenso trabalho físico de atuação, característico na trajetória da companhia (e filiado em Celina Sodré e Jerzy Grotowski), neste espetáculo foi idealizado como elemento a tensionar e embaralhar as fronteiras entre ficção e realidade.

A preparação corporal é de Caroline Ozório, integrante do Coletivo Cosmogônico e também diretora assistente de “eu quem eu somos”. “O nosso trabalho é essa busca: o corpo em sinapse, chocando entre clarões e vazios existenciais, tocado por terra, pela pátria, que grita a sua estranheza, expõe o abismo e reza pra passar”, diz Ricardo Baggio.

Sinopse: Como um feed de notícias, o monólogo “EU QUEM EU SOMOS” é atravessado por posts, stories, memes, tweets e fake news. Múltiplos pontos de vista sobre Brumadinho, Tinder, Lava Jato, gênero, privilégios e lugar de fala.

Serviço:

Local: Teatro Municipal Café Pequeno

Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 269 - Leblon, RJ

Datas e horário: 17 e 18 de julho, quarta e quinta, a partir das 20h

Ingressos: R$ 40 (inteira)

Capacidade: 80 lugares

Horário da bilheteria: quinta a segunda, de 14h ao horário do inicio do espetáculo

Duração: 80 min

Classificação: 12 anos