Jornal do Brasil

Cultura

Morre editor Claudio López Lamadrid, da Penguin Random House

Jornal do Brasil

O mundo das letras em espanhol estava em luto, neste sábado (12), pelo falecimento ontem à noite de Claudio López Lamadrid, diretor editorial na Penguin Random House, uma figura de referência na Espanha e na América Latina.

Claudio faleceu na sexta-feira à noite em Barcelona, aos 59 anos, vítima de um infarto cerebral, segundo fontes da editorial. Ele era responsável pelos selos Literatura Random House, Caballo de Troya e Reservoir Books.

De origem aristocrata, López Lamadrid iniciou sua carreira no final dos anos 1970, trabalhando com seu tio Antonio na editora barcelonesa Tusquets. Na década de 1980 promoveu a criação da Galaxia Gutenberg e, na de 1990, foi nomeado diretor literário de Grijalbo Mondadori. Lá, foi editor do Prêmio Nobel colombiano Gabriel García Márquez.

Em 40 anos de carreira, trabalhou com grandes nomes da literatura, como o americano Philip Roth, o espanhol Javier Cercas, o argentino César Aira, a mexicana Alma Guillermoprieto, ou a francesa Virginie Despentes. Também passaram por seus catálogos autores agraciados com Nobel como V.S. Naipaul, Orhan Pamuk, John Maxwell Coetzee e o israelense Amós Oz, que faleceu recentemente.

 

avl/es/tt