Jornal do Brasil

Cultura

Reynaldo Gianecchini revela que Carolina Dieckmann não tinha empatia por ele

Jornal do Brasil

O ator Reynaldo Gianecchini relembrou o início de carreira durante o programa "Lady Night" e contou que Carolina Dieckmann não tinha empatia por ele. Gianecchini, que era marido da jornalista Marília Gabriela, começou como galã de novela. Em seu primeiro trabalho, em "Laços de Família", o ator disse que não se entrosou muito bem com Carolina Dieckmann e que ela não tinha empatia por ele.

"Tive dificuldade um pouco com a Carolina (Dieckmann). Rolou um tempo para a gente se harmonizar, isso eu falo até pra ela. No começo, não rolou uma empatia dela para mim. Acho que ela não curtiu muito. Depois, reverteu tudo e eu amo a Carol. Mas é engraçado isso da não empatia", afirmou.

Por outro lado, Gianecchini lembra com carinho do acolhimento que recebeu de atrizes experientes, como Marieta Severo e Vera Fischer em "Laços de Família".

Em maio deste ano, Reynaldo Gianecchini se reuniu com o elenco da novela "Belíssima", 13 anos após a estreia da trama. Na história, o ator interpretou o mecânico Pascoal. "Foi um grande momento na minha carreira. Este trabalho me deu a oportunidade de atuar não como um galã, mas em um papel cômico, diferente de tudo que havia feito", relembrou.

Durante o programa Lady Night, como já é tradição, Tatá Werneck deu um beijo no convidado. "Senhor, me dê autoestima!", disse a apresentadora momentos antes de beijar Gianecchini, arrancando risos da plateia.