Jornal do Brasil

Cultura

Leilão de quadro de David Hockney quebra recorde em NY

Obra de US$ 90 milhões é a mais cara feita por um artista vivo

Jornal do Brasil

O quadro "Retrato de um Artista (Piscina com Duas Figuras)", do pintor britânico David Hockney, foi vendido nesta quinta-feira (15), na casa de leilões Christie's, em Nova York, por US$ 90,3 milhões, quantia recorde para uma obra de um artista vivo.

O britânico superou facilmente a marca anterior, que pertencia desde 2013 ao norte-americano Jeff Koons. Na ocasião, a escultura "Balloon Dog" foi arrematada por US$ 58,4 milhões.

A obra, que é uma das mais admiradas e famosas de Hockney, foi feita em 1972 e mostra um jovem olhando uma pessoa nadando no fundo de uma piscina. O misterioso quadro iniciou o leilão avaliado em US$ 20 milhões, mas em menos de um minuto já tinha alcançado o preço de US$ 60 milhões.

A tela foi tema de retrospectivas no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, e no Tate Britain, no Reino Unido, chegando até a quebrar o recorde de público na instituição britânica.

Aos 81 anos, Hockney começou a ser reconhecido por suas obras no Reino Unido na década de 1960 e se tornou posteriormente um dos principais artistas vivos.



Tags: Hockney NY