Cecilia Costa publica biografia do musicólogo Ricardo Cravo Albin esta noite, na Urca

Jornalista e escritora carioca, Cecilia Costa lança esta noite a biografia de Ricardo Cravo Albin, um dos maiores pesquisadores da Música Popular Brasileira, na sede do Instituto Cultural Cravo Albin, na Urca. O evento contará com as apresentações do bandolinista Joel do Bandolim, do cantor Márcio Gomes e da poeta Joana Hime.

Essa não é a primeira biografia de Cecilia, que atua também como crítica literária do Caderno B. Ela já escreveu sobre o jornalista e imortal Odylo Costa Filho, seu tio, com o título “Odylo, um homem com uma casa no coração”(2000), e os romances “Dama de Copas”(2003) e “Julia e o mago” (2009). Em sua nova obra, intitulada “Ricardo Cravo Albin - Uma vida em imagem e som”, ela conta a vida do historiador de MPB, produtor musical e crítico de arte.

Macaque in the trees
Cecilia passou quatro anos escrevendo a obra (Foto: Reprodução)

Albin dirigiu o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro entre 1965 e 1971. Teve papel importante no combate à censura na ditadura militar, pois, como integrante do Conselho Nacional de Censura, liberou músicas como “Cor de rosa choque”, de Rita Lee; e “Rock das aranhas”, de Raul Seixas. Em 2001, criou o Instituto Cultural Cravo Albin, uma sociedade sem fins lucrativos, que tem por objetivo incentivar atividades de caráter cultural no campo da pesquisa, reflexão e promoção, em especial, da música brasileira. Sua maior obra é o “Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira”, disponível em meio digital, com cerca de sete mil verbetes.

Macaque in the trees
Capa da biografia do musicólogo (Foto: Reprodução)

A autora demorou quatro anos para produzir o livro e o biografado teve participação ativa, através das confissões e histórias que ele mesmo conta. “Foi o Ricardo que teve a ideia de fazer a biografia, e eu aceitei o desafio. No início, fiquei espantada, porque música é um campo em que não sou expert, mas, enquanto escrevia, descobri a grandiosidade e generosidade dele. Revi minha própria posição em relação a ele”, diz Cecilia Costa.

* Estagiária sob a supervisão de Deborah Dumar

-----

SERVIÇO

RICARDO CRAVO ALBIN – UMA VIDA EM IMAGEM E SOM (Edições de Janeiro, 400 págs., R$ 80) - Lançamento do livro. Instituto Cultural Cravo Albin – Av. São Sebastião, 2 - Urca; Tel.: 2295-2532). Hoje, às 18h. Entrada franca.



Cecilia passou quatro anos escrevendo a obra
Capa da biografia do musicólogo