Publicidade

Ryan Murphy: o novo midas da TV

O americano Ryan Murphy é um dos escritores, produtores, criadores e diretores de séries para a TV mais prolíficos e bem-sucedido...

...
Credit......

O americano Ryan Murphy é um dos escritores, produtores, criadores e diretores de séries para a TV mais prolíficos e bem-sucedidos dos últimos tempos. Recentemente, Murphy criou para o Netflix, ‘Hollywood’, que, através de uma história fictícia (o que teria sido o primeiro grande filme americano estrelado por uma negra, nos anos 40), revela os ‘podres’ de figuras que existiram, como Noel Coward, Cole Porter, Rocky Hudson e outros. A nova produção dele para Netflix, que estreia mundialmente hoje, se chama ‘Ratched’. A série, conta a história pregressa daquela enfermeira má do filme ‘Um estranho no ninho’, feita por sua atriz favorita, a ótima Sarah Paulson.

Macaque in the trees
RYAN MURPHY (Foto: Reprodução)

Depois de ter co-criado a série teen ‘Popular’, começou a sua escalada solo com a série adulta ‘Nip/tuck’ (Fox, 2003-10). Com esta, ganhou seus primeiros prêmios e firmou seu nome no mercado. Logo em seguida, estourou com a série teen musical ‘Glee’ (2009-15), que foi uma verdadeira febre, tendo rendido trilhas-sonoras de sucesso e revelado astros pop.

 

Então, em 2011 (junto com Brad Falchuk), deu um passo mais ousado: lançou a antologia de terror ‘American Horror Story’ (ainda em produção; disponível no Amazon Prime), que criou um universo todo próprio e se passa numa mesma linha de tempo, a partir dos anos 1950, usando alguns personagens recorrentes.

 

No meio de ‘AHS’, ele criou uma comédia de terror teen, ‘Scream queens’, que não deu tão certo: durou apenas duas temporadas.

 

Mas logo viriam outras antologias: ‘American crime story’ (que já relatou os casos de O.J. Simpson e do assassinato de Gianni Versace) e outra que, até agora, só teve uma temporada, ‘Feud’, para retratar grandes brigas históricas. A primeira, mostrando a lendária rivalidade entre Bette Davis e Joan Crawford. Todas, no FX.

Também para o FX, fez ‘Pose’ (inspirado no documentário ‘Paris is burning’), que retrata o submundo dos travestis, drags e mulheres trans, nos anos 80, em Nova York, que promoviam divertidas disputas visuais, em bailes animados, que acabaram resultando em toda uma subcultura e naquela dança tornada popular por Madonna, o vogue. A terceira temporada já foi confirmada.

 

R.U.G.I.D.O.S

*Um protesto pacífico, na Convenção Nacional do Partido Democrata de 1968, se transformou em um violento confronto com a polícia. Esta é a base de ‘Os 7 de Chicago’, filme baseado em fatos reais, com roteiro e direção do premiado Aaron Sorkin (de ‘A rede social’), que estreia em 16 de outubro, no Netflix.

*Estreou esta semana, nas principais plataformas de streaming do país (OiPlay, Now, VivoPlay, Sky e Looke), o drama policial nacional ‘Blitz’.

*O serviço internacional de streaming StarzPlay anunciou o lançamento de ‘The Spanish Princess, Parte Dois’, para o dia 11 de outubro. A série, que dá sequência a ‘The White Queen’, terá 8 episódios.

*‘Operação obscura’ (‘Body cam’), policial estrelado pela cantora de r&b Mary J. Blige, já está disponível para compra e aluguel no NET NOW, Claro, Sky, Apple TV, Google Play, Vivo, Oi, Xbox e PlayStation Store.

 

*Apple vai lançar no Brasil dois planos básicos com vários serviços incluídos. Batizados de Apple One: o individual ($26,50/mês) e o família ($37,90/mês). Eles incluem AppleTV+, Apple Music, Apple Arcade (jogos) e 15g de iCloud (armazenamento em nuvem).

 



RYAN MURPHY
Tom Leão
...