Jornal do Brasil

Saúde & Alimentação

Saúde & Alimentação

Wilson Rondó Júnior

Por que comer grãos não faz bem para sua saúde

Jornal do Brasil WILSON RONDÓ JUNIOR *, drrondo@drrondo.com

Todos nós sabemos que quanto mais vegetais se consome, melhor é para a saúde. Mas você já parou para pensar que talvez as plantas se defendam para não serem ingeridas? Nós temos a falsa impressão de que grãos são saudáveis e que são parte importante da nossa alimentação balanceada, necessários para obtenção dos requerimentos diários saudáveis de nutrientes e fibras... As pessoas me comentam que consomem grãos de boca cheia, porém, tudo integral. Mas você sabia que nos grãos, especialmente os integrais, há componentes que contém antinutrientes, que lesam a sua saúde?

Segundo o Dr. Loren Cordain, um professor da Colorado State University e especialista em estilo de vida Paleolítico, os seres humanos não são designados para comer grãos. E fazendo isso você acaba lesando o seu trato digestivo. Grãos são uma fonte pobre em vitaminas e minerais, se comparados com frutas, vegetais, carnes e peixes. Ele ainda pontua:

“Os grãos são as sementes de uma planta. Elas são o seu material reprodutivo, e não é produzido para ser dado gratuitamente para outros animais. Se elas fizessem isso, se tornariam extintas, e assim a estratégia evolutiva que muitas plantas, particularmente grãos de cereais, tomaram para evitar a predação é gerar compostos tóxicos para que o predador das sementes não possa comê-las, e com isso coloca-las no solo, onde estão destinadas para cultivar uma nova planta, e não no intestino de um animal para alimentá-lo”.

Os grãos estão correlacionados com:

•Presença de antinutrientes, o que compromete a assimilação de diversos elementos importantes pelo bloqueio da sua capacidade de absorção, causando um verdadeiro aumento de desvio nutricional em vez de corrigir e/ou fornecer nutrientes.

•Promoção do aparecimento de Síndrome do Intestino Poroso, gerando sintomas digestivos, como distensão abdominal, gases e cólicas abdominais, o que contribui para fadiga, dores articulares, alergias, distúrbios psicológicos, autismo, lesões de pele etc. É um ciclo vicioso, pois se você está com o sistema digestivo lesado, isso permite a passagem de micropartículas de alimentos, bactérias e fungos pelas porosidades intestinais dilatadas e inflamadas, causando mais agressões e enfraquecimento – não só da condição digestiva, mas de forma geral. A solução inicial, no caso, é eliminar os alimentos agressores e recuperar a boa ecologia intestinal com alimentos fermentados e probióticos.

•O consumo de plantas erradas, que transferem micro RNA, uma peça pequena de RNA que interage com os seus genes e inibe a expressão de certos genes, altera processos biológicos programados, como a apoptose, causando maior risco de câncer e outras doenças. Com isso, consumindo-se plantas erradas, haverá implicações desastrosas na sua saúde.

Portanto, para otimizar a sua saúde, você precisa consumir os alimentos certos. Assim, você prospera. E consumindo os alimentos errados, você sofre! Lembre-se: o que é bom para você é individual, não depende de religião e política. Mas saiba, certos alimentos são problemáticos para a maioria das pessoas, e a maioria dos grãos estão no top desta lista! Cuidado com eles!

-

Referências bibliográficas:

•Am J Clil Nutr, 1997;66:1264-1276

•Am J Clin Nutr, 2004;79:711-712.

•World Journal of Gastroenterology April 7, 2008; 14(13): 2029-2036

•Annual Review of Biomedical Engineering 2010; 12: 1-27

•Cell Research (2012) 22:107–126