O adoçante da moda que você deve evitar

Cada vez mais vemos a necessidade de se reduzir o consumo de açúcar. Ela promove danos hepáticos semelhantes ao consumo de álcool, ganho de peso, obesidade abdominal, níveis elevados de açúcar no sangue e pressão alta. Além disso, pode levar a elevação dos níveis de ácido úrico, comprometendo rins e sistema cardiovascular.

Para amenizar esse hábito, a opção que se encontrou foram os adoçantes artificias. Mas infelizmente esta não é a melhor resposta para seus desejos doces. Quando analisamos os estudos sobre a sucralose, por exemplo, fica evidente que não se trata de uma boa opção pelo aumento do risco de tumores cancerígenos, como observado em um estudo publicado no International Journal of Occupational and Environmental Health.

Outro adoçante artificial bem conhecido é o aspartame. Ele é usado com o objetivo de ajudar a perder peso, mas na verdade causa o oposto: aumento de peso, do risco de diabetes, pressão alta e doenças cardíacas.

E agora o adoçante artificial da moda é o eritritol, um açúcar de álcool derivado da fermentação da glicose do amido de milho, resultando em menos calorias e um sabor menos adocicado do que o açúcar comum. Apesar de ser um derivado natural encontrado em várias frutas e vegetais, é feito através de vários processos químicos que alteram sua composição para uso como adoçante.

Outros exemplos desses adoçantes derivados de álcoois de açúcar são o sorbitol, manitol, xilitol, isomalte, maltitol, lactitol e hidrolisados de amido hidrogenados (HSH). Apesar de rodos terem gosto de açúcar e menos calorias, também trazem efeitos negativos para a sua saúde.

O que é eritritol?

O eritritol é um açúcar do álcool, criado pela fermentação da glicose em amido de milho. Sua capacidade de adoçar é equivalente a 70% da doçura do açúcar em apenas 5% de calorias. É rapidamente absorvido pelo intestino delgado. Mas envolve perigos como:

>> Aumento de glicemia, sendo arriscado para diabéticos que o compram esperando um adoçante “zero de açúcar”. Na verdade, ele não é, pois contém açúcar de álcool.

>> Pode causar cólicas, náuseas e fezes aquosas.

>> Confunde as pessoas podendo levar a ganho de peso por consumir excesso de alimentos, acreditando que esses contêm menos calorias.

É recomendável que você evite os adoçantes artificiais e use substitutos naturais e saudáveis, como:

Stevia

A stevia é originada de uma planta sul-americana, sendo cerca de 200 vezes mais doce que o açúcar. É zero caloria e absorvida por bactérias no cólon em vez da corrente sanguínea, o que pode ajudar a reduzir os picos de açúcar no sangue. Tem atividade anti-bacteriana, sendo muito útil também para promover a saúde bucal, além de promover redução da pressão arterial por relaxar os vasos sanguíneos

Luo Han Guo

É derivado de um melão chinês, sendo cerca de 250 vezes mais doce que o açúcar comum. Outros benefícios para a saúde são:

>> Ação anti-inflamatória

>> Útil no controle de peso e diabetes

>> É quimiopreventivo

Independente de qual adoçante natural que você escolha para usar, ainda assim faça-o com moderação. Mesmo no caso da stevia ou do luo han guo.

-

Referências bibliográficas:

Drugs.com, “Luo Han Guo,” 2009

The Sugar Association, “Sugar Alcohols”

Organic Facts, “7 Impressive Benefits of Stevia”

Organic Facts, “7 Amazing Benefits of Monk Fruit”

Yale New Haven Health, “Eat Any Sugar Alcohol Lately?” 2018

Açúcar industrializado ou stevia? – www.DrRondo.com

Que é e Para que Serve o Luo Han? – www.DrRondo.com