Jornal do Brasil

Marketing, Propaganda, etc.

Marketing, Propaganda, etc.

Renata Granchi

Empresas aderem ao Marketing Verde

Jornal do Brasil RENATA GRANCHI, colunadarenata@jb.com.br

Especializada em transformar a sustentabilidade em um ativo na gestão e no marketing das empresas, Carolina Aragão, CEO da Somar, é o nome escolhido pela Coca-Cola Brasil para fazer o posicionamento estratégico da marca, referente a sustentabilidade, nos próximos Jogos Olímpicos, em Tóquio, no Japão.

Pesquisa realizada em 2018, pelo Instituto Akatu, evidenciou que a adesão ao consumo consciente cresce entre os brasileiros. Para Carolina, “somos a primeira geração a ter consciência dos reais problemas da sustentabilidade no mundo que vivemos, e a última a poder fazer algo com isso”. Nessa entrevista, ela fala sobre sustentabilidade corporativa, marketing consciente e explica como as empresas podem potencializar seus ganhos assumindo a causa verde e como elas podem adotar conceitos socioambientais na prática empresarial e nos serviços.

Macaque in the trees
Carolina Aragão, CEO da Somar, é o nome escolhido pela Coca-Cola Brasil para fazer o posicionamento estratégico da marca, referente a sustentabilidade (Foto: Divulgação)

Em que contexto surge o Marketing Sustentável?

A sustentabilidade vem ganhando força global desde os anos 60 com algumas iniciativas de marketing verde, Com o passar dos anos, desenvolvimento das tecnologias, conhecimento de novos dados e a globalização, as gerações vem crescendo cada vez mais conscientes do impacto que geramos no mundo e, principalmente, do senso de pertencimento e conectividade a um único mundo.

Tem uma frase, que tem um cunho alarmista, se posso falar assim, mas que retrata a realidade atual: somos a primeira geração a ter consciência dos reais problemas da sustentabilidade no mundo que vivemos, e a última a poder fazer algo com isso. No final a natureza está no mundo há milhares de anos, sobrevivendo, se adaptando e reinventando. Mas somos nós, humanos, que precisamos aprender a viver de forma mais consciente para nos mantermos com qualidade nesse mundo.

Como é o trabalho da Somar?

A Somar é uma empresa de consultoria em estratégia de marketing de causa, especializada em transformar a sustentabilidade em um ativo na gestão e no marketing das empresas. Estimulamos, através de estratégias de marketing sustentável, a transformação para um mercado mais consciente, como o aumento de confiabilidade na marca, engajamento e mudança de cultura interna, estratégia de posicionamento de marca, escopo de atuação em eventos e patrocínios, programa de voluntariado, entre outros. Nosso trabalho visa potencializar os recursos que a empresa já tem, mas ainda não usa estrategicamente como ativo.

Como adotar conceitos socioambientais na prática empresarial e nos serviços?

De forma bem simples, costumamos explicar que sustentabilidade tem que ser divertido, legal, e parte do negócio. Só assim é possível uma mudança de hábito e cultura. Porque adotar conceitos, é sobre se transformar, absorver e entender que é um crescimento não só da empresa, mas pessoal. Então, não podemos cair na cilada de colocar essas práticas só como mil obrigações penosas, elas são parte de uma educação e mudança de cultura interna. É um processo. No fundo, é ter a consciência que eu (todos nós) faço parte de um único mundo, onde qualquer coisa que eu faça atinge alguém do meu lado ou do outro lado do oceano, e vice-versa.

Para quem está mais à frente nesse processo, lembramos do Pacto Global, que é um ótimo guia para desenvolver e medir as diretrizes e métricas. Na Somar, usamos como referência os Objetivos de Desenvolvimento da ONU, ou agenda 2030, que auxiliam a traçar estratégias e metas que estejam de acordo com as necessidades a serem trabalhadas mundialmente para o desenvolvimento saudável e sustentável do meio ambiente e da humanidade.

O consumidor está cada vez mais consciente, o que exige também uma mudança na postura de várias empresas. As marcas brasileiras estão procurando se ajustar a essa nova realidade, você percebe um aumento, ou ainda está tudo muito devagar?

O mundo mudou e a forma como o consumidor pensa, também. É gratificante poder ver marcas brasileiras procurando transformações e mudanças por culturas mais sustentáveis, mas assim como todo desenvolvimento, é um progresso de melhoria contínua. Posso afirmar que nós já estamos vivendo em uma nova era econômica onde a sustentabilidade é vista como algo importante, porém poucos ainda sabem de fato como executar, e menos ainda são os que aplicam a sustentabilidade de forma estratégica, gerando movimento econômico eficiente. Por conta disso, sabemos que passaremos, e já estamos passando, por uma "era de greenwash". Essa é a grandiosa oportunidade de quem faz certo, se destacar e ganhar o mercado dos negócios. 55% dos consumidores acreditam que as empresas têm um papel mais importante do que governos hoje em criar um melhor futuro. Segundo Meaningful Brands, de 2019, 92% dos brasileiros recompensariam marcas autênticas e íntegras e 77% dos consumidores preferem comprar em empresas que compartilham seus valores. Comprar se tornou um ato político.

A área de sustentabilidade ainda tem baixo poder decisório nas companhias, qual é o maior obstáculo para o avanço da Sustentabilidade Corporativa e do Marketing Consciente?

Você, ainda, não vira CEO por causa da sustentabilidade, mas deixa de ser CEO por causa dela. A sustentabilidade, no mercado brasileiro, ainda tem baixo poder decisório, mas isso vem em crescente mudança. A necessidade não vem só por querer ser uma empresa boa no aspecto da consciência, mas como necessidade de sobrevivência, em um mercado onde você será cobrado por seus consumidores, e não conseguirá reter bons talentos se não for claro quanto a sua atuação sustentável. É nítido como cada vez mais a sustentabilidade tem se tornado importante para o desenvolvimento e alcance de metas e objetivos a curto e longo prazo.

Fora as oportunidades de consumo e de produto, esse ajuste consciente exige processos empresariais, práticas de branding, preços e promoções que, muitas vezes, fazem a margem de lucro diminuir. Como trabalhar com esse cenário?

A ideia de que a margem de lucro vai diminuir, é baseada na crença e percepções de um novo modelo de mercado que surge, de inovações que não produzem em escala e não chegam ao preço de uma gigante de mercado. Porém, além de hoje já termos avançado muito no setor, a sustentabilidade é sim para ter retorno também para a empresa como negócio. Existem custos, além dos de risco, e de oportunidade, que não são hoje contabilizados, mas que fazem muita diferença positiva no resultado final financeiro, e também para as empresas que tem capital aberto.

Hoje temos ótimas oportunidades de realizar um cross marketing consciente, integrando e reforçando posicionamento das marcas, enquanto se reduz custo de campanha, além de outras parcerias institucionais que devem fazer parte de um plano de marketing sustentável. A colaboração e a co.criação são indispensáveis na nova economia.

Infelizmente, existem empresas que praticam o falso marketing verde. Como o consumidor pode ser proteger desse tipo de comunicação/prática?

Buscando ler os rótulos e embalagens, buscando informação junto à fabricantes e entidades certificadoras, bem como órgãos reguladores sobre a procedência do produto e seus componentes.

Hoje existem muitos canais nas mídias sociais de fácil acesso que dão muitas dicas, e quanto mais contato com essas informações, mais estamos prontos para questionar e nos questionar quanto a veracidade de uma campanha ou produto. Até mesmo o quanto precisamos dele.

A Somar conquistou a conta da Coca-Cola Brasil para trabalhar o posicionamento dela referente a sustentabilidade da marca nas Olimpíadas de Tóquio. Você pode contar como será esse trabalho?

Ao longo da história da Coca-Cola Company, a mesma sempre se destacou patrocinando os jogos olímpicos. O esporte é uma enorme oportunidade para abordar a sustentabilidade, é uma fonte rica em valores e princípios que se conectam, engajam, emocionam e motivam as pessoas.

Eles já estão em uma campanha global de World Without Waste, confirmando que esse não é um ponto fora da curva, ou apenas um movimento, é parte integral das crenças e forma de trabalhar da companhia.

Tóquio 2020 será a Olimpíada mais consciente, tendo ênfase em discriminação, diversidade e inclusão. A Somar está atualmente desenvolvendo, em conjunto com o time Coca-Cola Brasil, o respectivo posicionamento de confiabilidade e engajamento da marca para os Jogos.

NOTINHAS DO TRADE

Jeduca e Itaú Social lançam edital para fomentar o Jornalismo de Educação

Itaú Social e Jeduca (Associação de Jornalistas de Educação) anunciam o lançamento do Edital de Jornalismo de Educação para fomentar a produção jornalística de qualidade sobre temas relevantes para a educação pública brasileira. O projeto conta com duas categorias: Jornalistas e Estudantes. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas pelo site jeduca.com.br/edital.

“A missão da Jeduca é apoiar jornalistas com o objetivo de ampliar e qualificar o debate sobre educação no Brasil, respeitando a pluralidade e a independência. O apoio à produção de reportagens em educação é, portanto, uma estratégia coerente com nossa missão e nossos valores”, diz o presidente da Jeduca, Antônio Gois.

“Alcançar melhorias na educação pública brasileira passa, necessariamente, por um debate público qualificado em relação ao tema – e o jornalismo ocupa papel crucial na construção desse debate. Portanto, estimular a cobertura jornalística livre e qualificada representa, para o Itaú Social, uma ação importante na busca por sua missão maior”, explica o coordenador de Comunicação do Itaú Social, Alan Correia.

Na categoria Jornalista serão oferecidas quatro bolsas, de R$ 8 mil cada, para produção de reportagem que deve ser publicada em veículos impressos, portais, sites, emissoras de rádio ou TV. As inscrições para essa categoria devem ser feitas até o dia 25 de setembro.

Na categoria Estudantes serão premiados três trabalhos de conclusão de curso (TCC) de graduação em Jornalismo. As bolsas terão valor de R$ 3.000 para o primeiro lugar, R$ 2.000 para o segundo e R$ 1.000 para o terceiro. Serão admitidos trabalhos em diferentes formatos jornalísticos, como livro-reportagem, especial multimídia, programa de rádio, documentário, entre outros. Monografias não serão aceitas. As inscrições para essa categoria poderão ser realizadas até o dia 15 de dezembro.

--------

Sanfarma lança embalagem ecológica

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

A Sanfarma, empresa que fabrica itens para cuidados com saúde e bem-estar do consumidor brasileiro, investiu em sua primeira embalagem biodegradável para compressas de gaze, que chegará ao mercado ainda este mês. O objetivo da nova roupagem é deixar de descartar 20 toneladas de plástico, por ano, no meio ambiente.

“Temos o objetivo de sempre buscar inovações, por isso, nos preocupamos em criar uma embalagem que diminuísse o impacto ambiental. Investimos em novas técnicas e junto com o nosso setor de desenvolvimento conseguimos produzir uma embalagem que diminuísse o impacto ambiental”, explica o presidente da Sanfarma, Luciano Biagi.

 

--------

Usina da Comunicação comemora 12 anos com certificação do GPTW

Comandada pelos jornalistas Claudia Abreu Campos e Pedro Felipe, a Usina da Comunicação completa 12 anos de vida. No mês de aniversário, a agência tem bons motivos para comemorar: recebeu o Certificado do Great Place to Work 2019 | 2020, renovou contrato de conteúdo com a Fresenius Medical Care e conquistou a conta de conteúdo da H. Strattner – empresa focada em produtos médico-hospitalares com diferenciais tecnológicos. Além disso, a agência passa a contar com a jornalista Bruna Santamarina para projetos especiais de conteúdo. Bruna é ex-editora do Destak Rio de Janeiro e teve passagem na agência em 2009/2010.

--------

Biscoito de polvilho tem repaginada

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

A Milho de Ouro, fabricante de snacks, repaginou a fórmula e a embalagem do biscoito de polvilho. Com ingredientes tipicamente brasileiros, como a fécula de mandioca, o biscoito está mais leve, aerado e crocante. Já a arte da embalagem foi modernizada pelo designer Caio Perli, que trouxe cores e linhas mais atrativas, conferindo mais visibilidade ao produto nos pontos de venda.

--------

M2BR e Fundação Roberto Marinho fecham parceria

A M2BR ganhou a concorrência para ser responsável pela gestão de mídias sociais do programa Aprendiz Legal, implementado pela Fundação Roberto Marinho, em parceria com o Centro de Integração Empresa - Escola (CIEE) e a Gerar Estágios. O programa é voltado para preparação e inserção de jovens no mundo do trabalho, baseado na Lei da Aprendizagem.

A agência será responsável por otimizar a presença digital do Programa nas redes proprietárias e estimular o diálogo das empresas com o Programa, viabilizando a abertura de mais oportunidades aos jovens.

“Para nós, que temos um DNA muito ligado à educação, é um grande prazer poder colaborar com um projeto tão importante para o futuro dos jovens”, comenta Vitor Baum, Diretor de Criação da M2BR.

--------

VARilux

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

O árbitro assistente de vídeo VAR (Video Assistant Referee) utilizado nas partidas de futebol como auxiliar do árbitro principal inspirou a Agência3 em ação diferenciada de mídia para Varilux, marca de lentes multifocais da Essilor.

Quando o juiz não consegue enxergar determinado lance, o VAR é responsável por ajudá-lo a ter uma visão perfeita da jogada. Com esse mote a agência criou o VARilux. A ação aconteceu no canal Fox Sports, no dia 28 de agosto, durante os comentários de Carlos Eugênio Simon sobre um possível pênalti no jogo entre Palmeiras e Grêmio pela Libertadores.

Para Guilherme Nogueira, Diretor de Marketing da Essilor Brasil, “inovação e tecnologia estão no nosso DNA. Projetos diferenciados como esse mostram exatamente quem somos.”

--------

Apis Flora lança site exclusivo sobre a própolis

A Apis Flora, empresa brasileira pioneira em estudos sobre o uso da própolis, lança um site exclusivo sobre o assunto. Produzido pela 6P, agência de propaganda e marketing situada em Ribeirão Preto, SP, o consumidor poderá encontrar no site informações que retratam mais de 25 anos de pesquisas científicas da empresa, além de ter acesso a dados dos estudos realizados, possibilitando conhecer alguns efeitos deste extrato no organismo.

--------

Caixa Seguradora lança canal no YouTube

A Caixa Seguradora vai dar uma mãozinha para quem está precisando organizar a vida e não sabe por onde começar. Nesta segunda-feira (2), a empresa lança no YouTube o canal “De Bens com a Vida”, em parceria com a VIU Hub, unidade de negócios digitais da Globosat. A ideia é abordar de forma leve e educativa a importância de organizar as finanças e os benefícios que essa prática pode trazer para toda a família. Para apresentar os vídeos, a Caixa Seguradora escalou os influenciadores Fly e Ana Paula Xongani. Alguns episódios contarão ainda com a participação da jornalista Juliana Góes e de outros convidados surpresa. O “De Bens Com a Vida” terá conteúdo novo toda segunda e quinta, às 15h.

--------

Conselho do Think Up Rio ESPM toma posse

Tomou posse na última quinta-feira, dia 29, o Conselho Consultivo do Think Up Rio ESPM, think tank autônomo e independente, dedicado aos estudos sobre a cidade do Rio de Janeiro. Entre os integrantes estão Ruan Lira, Secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Sérgio Magalhães, Presidente do Comitê Executivo do Congresso Mundial de Arquitetura, Paulo Gadelha, Coordenador do Projeto Agenda 2030 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Luciane Gorgulho, Chefe de Departamento de Educação e Cultura do BNDES e Bruno Dreux, Presidente da Associação Brasileira de Propaganda (ABP). Composto por 24 nomes que atuam em diferentes setores da Economia Criativa, a ideia é que o Conselho possa contribuir para levantar temas relevantes com as necessidades do Rio.

--------

Casa Sephora 2019 volta ao Rio de Janeiro

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

Após uma temporada paulistana, a Casa Sephora volta ao Rio de Janeiro em formato inédito e cheio de surpresas. De 26 de setembro a 6 de outubro, a cidade recebe mais uma edição do evento, desta vez no bairro carioca do Joá, em espaço com cinco pavimentos, piscina e vista para a praia. Ao longo de oito dias, a mansão vai abrigar as ativações e experiências de mais de 30 marcas participantes, especialmente preparadas para receber uma lista composta por influenciadores, celebridades e imprensa, além das clientes do Beauty Club – clube de fidelidade da Sephora -, convidados dos RP´s Carol Sampaio e Leo Marcal e, em caráter inédito, a venda de ingressos.

“Para esta edição da Casa Sephora, pensamos em algo ainda mais grandioso. As ativações estão mais envolventes e foram desenvolvidas para atender a um perfil de público que ama entretenimento e valoriza experiências únicas. Nosso objetivo é impactar positivamente cada pessoa que passar pelo espaço e contribuir para estreitar, ainda mais, a conexão com a Sephora”, explica Cataldo Domenicis, Gerente de Marketing da Sephora Brasil.

--------

Hambúrguer de plantas

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

Pioneiro no mercado de alimentação rápida, o Bob’s começou a comercializar neste fim de semana um hambúrguer à base de plantas para a Linha Tentador. Com textura e gosto de carne bovina, o Tentador Zero Beef estará disponível nas lojas do Rio de Janeiro e de São Paulo.

“Nossa premissa é sempre atender aos anseios dos nossos consumidores. A união do hambúrguer de plantas, mas com sabor e textura de carne, com os ingredientes da linha Tentador é um casamento perfeito de maciez e sabor”, afirma Raquel Paternesi, diretora de marketing do Bob’s.

--------

Extra comemora 30 anos com campanha inclusiva

Para comemorar o aniversário de 30 anos da rede varejista Extra, a agência de publicidade Leo Burnett Tailor Made criou uma campanha inclusiva e inovadora no segmento. A atriz Fabiana Karla é a porta-voz dessa celebração que também traz, pela primeira vez nas campanhas da rede, a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e ainda toda a magia de personagens da Disney.

Foram produzidos três filmes. Com veiculação nacional, o espectador poderá ver a língua de sinais no canto direito da tela da televisão, antes mesmo de mostrar as cartelas de ofertas para a comemoração.

“O Extra é uma rede democrática, que atende a todos e todas desde sempre. Neste Aniversário, quisemos dar um passo adiante e trazer mais inclusão para a campanha e uma evolução da comunicação do varejo”, explica Luciana Zappala, Diretora de Atendimento da Leo Burnett TM.

A campanha completa envolve filmes nacionais e regionais para TV aberta e a cabo, spot de rádio, material de ponto de venda, um filme para cinema e, ainda, uma vasta gama de materiais para digital e redes sociais com todo o texto de apoio adaptado com a #PRACEGOVER, que se propõe a descrever a imagem da peça para os consumidores com deficiência visual.