Jornal do Brasil

Marketing, Propaganda, etc.

Marketing, Propaganda, etc.

Renata Granchi

Marcas miram no delivery com drone

Jornal do Brasil RENATA GRANCHI, colunadarenata@jb.com.br

Já imaginou receber um produto no seu endereço, entregue por um drone que voa sozinho? Esse sonho já é uma realidade em alguns países, mas agora já é possível falar que no Brasil também. A primeira entrega, realizada em maio deste ano na região serrana do Rio, foi um sucesso. A tecnologia abre um caminho de possibilidades logísticas e de comunicação para as marcas, segundo o responsável pela empreitada brasileira Thiago Calvet, CEO e fundador da start up My View.

À coluna, ele fala sobre os obstáculos que vem encontrando no país e adianta como deverá ser a estrutura para esse tipo de entrega entrar em escala industrial no Brasil.

Macaque in the trees
Thiago Calvet, CEO e fundador da start up My View (Foto: divulgação)

O exemplo mais famoso da implantação dos drones é o serviço Amazon Prime Air. A marca disse que espera entregar encomendas que pesam até 2,2kg em um prazo de até meia hora. Vocês começaram essa logística no Brasil. Quais são os maiores desafios que percebem aqui?

Desenvolvemos um projeto com o objetivo de operar em qualquer local, desde que cumpridas todas as regulamentações do poder público e respeitando o que chamamos de itens de controle, que são: distância, altura, velocidade e direção do vento. Esta entrega foi nosso MVP (Minimal Viable Product), constante da Fase 4 do projeto MyView D4 (Door-to-Door Drone Delivery), iniciado em julho de 2018.

A legislação ainda precisa evoluir para que seja possível operar em qualquer cidade, de forma legal, as operações por aeronave remotas para delivery. Vejo como a maior barreira e desafio, a legislação que ainda tem que evoluir para permitir as entregas por drone.

Também existem os limites de controle de espaço aéreo de baixa altitude e a estrutura das cidades, para receber esse tipo de tecnologia. A entrega por drone não será feita na janela do apartamento das pessoas, assim como muitos imaginam, mas sim em Drone Ports, que serão estruturas prontas para receber esse tipo de entrega com segurança. O seu condomínio pode decidir instalar um ou no seu bairro pode haver um, que centralize as entregas para aquela região.

Será necessária toda uma estrutura e é nisso que estamos trabalhando, desenvolvendo, acompanhando a tendência e evolução de outros países.

Na cesta de compra, muitos consumidores acabam desistindo ao ver o custo do frete. O uso dos drones vai baratear a entrega?

Acredito que no início o consumidor pagará um pouco mais para obter o produto mais rápido em sua casa. Em um segundo momento, quando houver volume de entrega por drones, a tendência será a redução nesse custo. Também com a rápida evolução da tecnologia, o custo operacional vai reduzir cada vez mais.

De que forma as entregas com drones potencializam a comunicação das marcas?

Acredito que a disruptiva tecnologia dos drones chegou para revolucionar diversos mercados. Ela vem impactando diversas indústrias e atividades como o audiovisual, inspeções industrial, agricultura, meio ambiente e etc. Um dos mercados que ainda não foi impactado é o da logística, principalmente a parte da “last mile”, que é a parte da entrega ao consumidor. Essa é a que enfrenta os maiores desafios mundialmente e a mais cara para qualquer empresa. Portanto, estamos falando de algo muito inovador, revolucionário e disruptivo o que potencializa a comunicação e divulgação das empresas que fizerem parte dessa inovação, principalmente agora no inicio pela revolução que está por vir.

A primeira entrega comercial foi feita em parceria com a Drogaria Venancio e Leite de Rosas. Você pode adiantar quais marcas estão envolvidas no próximo teste?

A primeira fase do MVP do MyView D4, que contou com a parceria do Leite de Rosas e da Drogaria Venancio, foi um sucesso e mostrou que estamos no caminho certo para desenvolver a solução e acompanhar e evolução da legislação. Já estamos trabalhando incansavelmente na evolução da nossa plataforma, com os objetivos de melhoras para as próximas fases. Posso dizer que já temos muitos parceiros importantes, que estão fazendo parte dessa revolução e estarão presentes nas próximas fases do desenvolvimento do MyView D4 mas vou deixar a curiosidade no ar… em breve mais entregas!

NOTINHAS DO TRADE

Destaques do Marketing do Agro

A XVIII Mostra de Comunicação Agro, mais importante premiação da publicidade e do marketing do agronegócio no país, reconheceu os melhores profissionais, empresas e instituições do ano, que contribuem para o constante aprimoramento das técnicas e gestão da comunicação do setor produtivo. Foram destacadas as campanhas e iniciativas mais criativas da propaganda do agronegócio, veiculadas entre janeiro de 2017 e fevereiro de 2019.

Ao todo, foram entregues 38 prêmios, em 10 categorias divididas em Ouro, Prata e Bronze. Além disso, foram destacados o Anunciante do Ano (Basf), a Agência do Ano (Santa Clara), o Veículo do Ano (Rede Globo) e o Profissional do Ano (Evaristo Miranda, da Embrapa).

A Mostra é uma iniciativa da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), entidade que valoriza, fomenta e defende a imagem do agro nacional.

-------

Zico: garoto-propaganda da nova campanha publicitária da AAAPV 

Macaque in the trees
Zico (Foto: divulgação)

O ex-jogador de futebol Zico assinou contrato para ser o garoto-propaganda da próxima campanha institucional da AAAPV (Agência de Autorregulamentação das Entidades de Autogestão de Planos de Proteção Contra Riscos Patrimoniais) sobre a legalidade e idoneidade das associações de proteção veicular e patrimonial brasileiras. A campanha será veiculada em jornais, emissoras de televisão, rádios, portais e sites, além das mídias sociais da entidade.

-------

Jack Fire avança processo de expansão da marca no Brasil 

Macaque in the trees
Jack Fire avança processo de expansão da marca no Brasil (Foto: divulgação)

Dando continuidade ao seu processo de expansão, Jack Daniel’s Tennessee Fire, integrante da família do whiskey americano mais vendido no mundo e que já era comercializado em São Paulo e Curitiba, chega agora em todo o território nacional.

Segundo Luiz Schmidt, diretor de Marketing da Brown-Forman para América do Sul, Central e Caribe, a marca avança em seu processo de expansão em resposta a uma demanda do consumidor brasileiro. “Queremos continuar crescendo. No Brasil, nossa pretensão é sermos o destilado premium mais vendido no país em um futuro não muito distante. Observamos que há busca e desejo por parte dos brasileiros por um produto de qualidade. O sabor intenso e o seu uso em momentos de alta energia, que é a proposta de Fire, têm grande aceitação localmente”, comenta Schmidt.

Com o plano de expansão, a marca preparou uma série de ativações para seus consumidores conhecerem a novidade. A estratégia contempla ações em pontos de consumo e a campanha digital It takes Jack to make Fire. As ações começam neste mês e vão até setembro.

-------

Ecommerce: Dia dos Namorados cresce 24%

Segundo dados da Ebit/Nielsen, o ecommerce faturou R$ 2,2 bilhões no Dia dos Namorados, crescendo 24% em relação ao ano passado que havia sido impactado pela greve dos caminhoneiros.

-------

Prudential do Brasil estreia primeira campanha publicitária 

Macaque in the trees
Prudential do Brasil estreia primeira campanha publicitária (Foto: divulgação)

Com objetivo de tornar a sua marca mais presente no dia a dia dos brasileiros e despertar a importância do seguro de vida, a Prudential do Brasil, maior seguradora independente de vida do país, estreia sua primeira campanha publicitária no Brasil. Com o conceito “Converse com o seu futuro agora”, é inspirada no “Conversations”, campanha produzida pela Prudential Internacional.

“Nosso objetivo é abrir uma grande conversa com o consumidor brasileiro sobre planejamento financeiro, futuro e legado, mostrando a importância do seguro de vida em todos esses aspectos. Por isso, a campanha traz bate-papos descontraídos entre quatro famílias reais falando sobre o seguro de vida de uma forma leve e descontraída” – afirma Fernanda Riezemberg, gerente de marketing institucional da Prudential.

Os três filmes de um minuto, com versões de 30´, têm criação da Fullpack, com produção da Aquarela Filmes e trilha da Capitão Musical. O plano de mídia da campanha contempla OOH, TVs fechadas, canais digitais, rádios, Flix Channel e as redes sociais da marca.