Corais atingidos

José Peres
Credit...José Peres

Um estudo conduzido pela UERJ comprovou o que muitos ambientalistas temiam: os corais do Parque Nacional dos Abrolhos, na Bahia, sofreram impactos significativos decorrentes da contaminação por rejeitos da Samarco. Após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG) em 2015, os resíduos do beneficiamento de minério se espalharam rapidamente pelo Rio Doce e, em seguida, começaram a atingir a região costeira. A pesquisa envolveu seis laboratórios da UERJ e também contou com a colaboração da UFF e da PUC-Rio. O coordenador do trabalho, Heitor Evangelista, do Laboratório de Radioecologia e Mudanças Globais, criou uma página no Facebook, a Abrolhos Sky Watch, para observar a dispersão da lama do Rio Doce até o mar. "Eu e meus alunos checávamos diariamente as imagens de satélite e colocávamos na internet para o público ir acompanhando o desenrolar do problema", conta Heitor. "Através de técnicas químicas, constatamos que, no meio do crescimento dos corais, houve um pico enorme de metais pesados, que coincide exatamente com a cronologia da chegada da pluma de sedimentos da Samarco". Evangelista afirma que o dano é irreparável, devido à extensão atingida. O relatório foi encaminhado ao ICMBIO, e vai integrar os autos da multa ambiental a ser aplicada à Samarco.

Todo carnaval tem seu fim

A coluna cumpre o doloroso dever de informar que fechou definitivamente as portas a Condal, fábrica de São Gonçalo que abrilhantava todo carnaval com o fornecimento de máscaras dos políticos mais cotados da vez. A empresa foi fundada em 1958 pelo artista plástico e ex-professor de escultura da Universidade de Barcelona Armando Valles, e passou a ser administrada pela mulher dele, Olga, após seu falecimento em 2007.

Agenda

Os efeitos das novas tecnologias no mercado de trabalho, principalmente no mundo jurídico, serão o tema de um seminário de peso que Amcham promove em São Paulo dia 27 de março. A proposta é reunir especialistas de Boston (Harvard e MIT), do Vale do Silício e da China para discutir os desafios da inteligência artificial, blockchain entre novas fronteiras da ciência nesta área.

Quem vem

Entre os principais participantes estão Sam Cai, coordenador do Tencent Research Institute, um centro de excelência em desenvolvimento de Inteligência Artificial); David Wilkins, vice reitor da Harvard Law School e Anand Upadhye, vice-presidente da Casetext, uma startup do Vale do Silício que usa inteligência artificial para ajudar advogados a redigir petições.

Carnaval seguro

O governo do estado vai distribuir 390 mil pulseiras de identificação, com o objetivo de garantir mais segurança a crianças e adolescentes durantes os dias de folia. O lançamento da campanha, chamada "Criança segura é criança identificada", será feita sexta-feira pela secretária de Desenvolvimento Social Fabiana Bentes.

Lei Seca

Com direito a inédita distribuição de pacotinhos de purpurina biodegradável e saquinhos de confete feitos com folhas secas, o bloco Vem Doar Pra Mim, desfila na terça-feira de Carnaval em mais uma campanha de doação ao Hemorio. Antes que o leitor amigo pense gracinhas, a ação é um sucesso. No ano passado, cerca de 350 pessoas encontravam-se em perfeitas condições de doar sangue ao fim da folia. Já outros, nem tanto.